Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares

Sim...

por samokal, em 06.10.15

 

download.jpg

 

SIM... acredito que para ti ainda monto um cavalo branco,

que continuo a ir em teu encontro de espada em riste ,  

para te salvar  dessa torre onde vives aprisionada.

Sim , sei que continuas á espera que te segure e  prenda em meus braços,

de sentires a minha respiração, o acelerar do meu peito.

sim... sei que não desististes do sonho , vês em mim muitas virtudes que te encantam !

 

Mas sabes... muito do que sou devo-o a ti , foste tu que me embelezaste e me tornas-te melhor do que alguma vez fui.

vivi a minha vida esperando que algo assim tivesse acontecido mas agora desisto de ti .

Os nossos planos nunca passaram de um esboço, não abriste sequer a janela para que te pudesse pegar !

Todas as minhas esperanças se foram perdendo pelo caminho e o destino nunca esteve afinal á vista .

agora resta-nos o silencio da distancia , o amargo do fim .

Mas sabes ... nos meus olhos, eu não vejo mais ninguém, somente tu  despertas-te o melhor de mim. 

Não há nenhum outro amor como o nosso amor e só ao pé de ti fui completo.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Circulo

por samokal, em 23.01.15

sem título3.jpg

 

È em vão que tento quebrar este círculo que me rodeia , que me abafa!

Recolho-me num perturbador silencio, silencio exterior, porque por dentro fervilham pensamentos , vozes, caminhos...

Tento não emitir qualquer som , cortar todos os laços , peço que o Universo se esqueça da minha existência.

Quem sabe o circulo desiste de mim , sua linha se torne ténue e quebre suas defesas, fortalecendo a minha vontade!

Eu sei, quando desconhecia tua existência, circulo, julguei que não havia fronteiras, vivia de  esperanças , de audácias, senti-me imenso, forte !

Mas agora, no espelho dessa invisível parede que me sufoca, vejo o quanto os Deuses sabem caprichar, o quanto nos conseguem fazer pequenos!

Talvez me tenha entregue , levaste-me á exaustão e tiraste-me o que me fazia prosseguir, o horizonte!

Aqui me tens em tuas mão, esqueci-me do medo, esqueci-me de mim...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Longos são os dias

por samokal, em 22.01.15

images.jpg

 

Longos são os dias chuvosos e sombrios , esta fraca força que existe em mim deixa de me permitir sonhar. 

Longos são os dias de solidão ,  a imensidão do vazio toma conta de tudo que é meu. 

Longos são os dias em que a mente vagueia por todo o lado, mas em nenhum encontra paz. 

Longos são os dias em que a dor me corta a mais profunda réstia de esperança.

Longos são os dias em  que a espera se torna na única opção, único caminho!

Longos são os dias em que o amanhã está tão distante, e do ontem já nada resta!

que pesado se torna o eu , que saudoso se torna o nós...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O meu blog

por samokal, em 04.11.14

Adoro este meu espaço, posso até passar algum tempo sem cá vir , mas não me via sem ele!

Já há quase 8 anos que caminha a meu lado, ouve os meus desabafos, tolera os meus momentos menos bons e partilha das minhas alegrias.

O melhor leitor deste blog sou eu mesmo, por vezes dou por mim a reler posts antigos, a relembrar o contexto em que foram escritos, a perceber o quanto já evoluiu a minha forma de escrever...

Sei que não tenho o dom da escrita, mas tenho a paixão de escrever, por vezes leio textos por aí que me deixam quase deprimido pelo facto de serem tão bons, e não ter sido eu a escreve-los, e pior ... não ser capaz de o fazer!

 

Mas voltando ao meu blog... quando olho para o arquivo, penso que há ali uma grande parte de mim, e que cada post teve individualmente o seu momento, foi lido, talvez se tenha pensado sobre ele, tiveram comentários, likes,suscitaram talvez curiosidade o despertaram emoções, mas  o tempo encarregou-se de os deixar ali esquecidos, em arquivo!

Julguei eu que apenas eu ia lá sacudir o pó, e traze-los de novo á luz do dia. Mas afinal, de quando em vez, lá me apercebo que  há alguém que se interessa por explorar um pouco daquilo que já escrevi, e isso é fantástico.

 

O blog, os textos que vou escrevendo , tal como eu , vai sofrendo uma mutação, vão crescendo e mudando de direcção, e com este tempo todo é interessante assistir a essa diferença, é bom recordar alguns dos leitores que por cá passaram , deixando seus comentários, alguns que eram habituais e outros esporádicos , uns que continuam a faze-lo mas outros foram desaparecendo assim como os seus blogs!

Gostaria de agradecer a todos vocês, meus leitores, que me vão dando algum feedback, por me incentivarem a continuar, e a contribuirem para o enriquecimento do meu espaço , que se torna mais humanizado a cada passagem vossa !

Autoria e outros dados (tags, etc)

Câmara lenta

por samokal, em 27.10.14

cabelos+ao+vento (2).jpg

 

E de repente consegues-me  accionar o modo câmara lenta!

foco a minha atenção em ti, e na maior confusão acontece uma triagem inconsciente.

O acessório da vida passa na sua velocidade normal sem me fazer prender a nada, 

mas o importante fica a um ritmo digno de ser observado

o passar da brisa pelo teu cabelo torna-se um quadro que contemplo sem pressa 

o teu sorriso fica gravado como uma imagem de marca

e todas as emoções são vividas tão lentamente

que perduram o tempo suficiente para ficarem gravadas de forma eterna! 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ter sem ter

por samokal, em 16.05.13

Ao ouvir a tua voz , a tua doce voz e não aquela irada que ultimamente me habituei a ouvir, tudo voltou a fazer sentido.

 

Talvez porque tenha sido a conecção com aquela  que todos os dias vagueia na minha cabeça , vinda directamente do coração.

 

Com ela vêm um sem fim de recordações , boas recordações , recordações de tempos felizes , que agora mais que nunca percebo que não foram ultrapassados .

não foram e talvez nunca sejam , ficaram marcados profundamente e cada um dos meus poros .

 

A saudade passou a fazer parte da minha existência de uma forma muito mais vincada , percebo o que perdi e tenho pena que as coisas tenham sido assim e todos os dias luto contra este sentimento que faz questão de se agarrar a mim de forma tão aguerrida .

 

apesar de tudo tenho a noção que não errei , fiz o que tinha que ser feito , porque antes também sofria por não te ter , não era feliz quando não estava contigo e quando estava ...bem , quando estava ficava angustiado por saber que seria pouco tempo , que já estavas de partida !

 

o amor não foi mais forte , ou talvez fosse porque ele continua , mas saber que seria sempre assim não me bastava .


ver tambem


Felicidade   Olhando para traz    durante um segundo...

 

 

 

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cor

por samokal, em 18.03.13

Cada vez menos tenho disposição para pessoas cinzentas , 

não aquelas que passam uma fase menos colorida, mas sim aquelas que pura e simplesmente 

deixaram de ter cor na vida por opção propria .

È egoismo, talvez!  mas a vida já é descolorida q.b. por defeito 

para quê fomentar algo que só faz mal?


imagem fotografada ...não sei é por quem !


Neste dia , em 2010, escrevi isto

Neste dia,o ano passado, escrevi isto

Autoria e outros dados (tags, etc)

Partilha

por samokal, em 28.06.12

     Há textos que têm muito mais força do que a junção de todas as palavras que acolhem ,lemos, e  não  queremos  que se percam , queremos saber onde os podemos reler assim que o desejar , talvez pela força que nos dão , talvez por tudo o que nos transmitem .

 Passam-nos também uma energia que nos move a partilha-lo com  todos, é com essa energia que o partilho... 

 

 

 

"Já reparaste na força que tem uma escolha? Quando uma pessoa
escolhe por si, por quem é, porque quer consolidar o ser. Quando a
pessoa escolhe por si, pela luz que tem, não há consequência que a
abale. Não há percalço que a desmobilize. E porque essa escolha vem
de dentro, das profundezas da essência, tem uma força avassaladora.

E cria auto-estima. Cria amor-próprio, autoconstrução. Cria energia
para mais e mais escolhas. E quando a energia de escolha se liberta,
cria um movimento ondulatório em direcção ao Universo. Universo
esse que devolve, em forma de abundância, uma energia calma e
pacificadora.

E o ser encandeia de tanta luz. E o céu fica mais rico a cada dia que
passa. Essa é a força da escolha. A força de fazer crescer o Universo"

 

 

desconheço autor

Autoria e outros dados (tags, etc)

A vida

por samokal, em 13.04.11

Nem sempre a vida acontece como desejamos, tudo nela é pago .Quando manda a conta a factura é demasiado elevada,
um preço dificil de pagar.Ela exige mais do que dá. Dá-nos alegrias instantaneas, sorrisos momentaneos, amores fugazes.
 Enche-nos a alma e o coração, semeando as ilusões, dando-nos esperança, ou pior ainda:- o sonho.
 Nascem sentimentos de crença e confiança, ganham-se forças e soltam-se algumas gargalhadas nos trilhos indecifraveis da vida.
 
Facilmente nos vemos  seduzidos por esta facilidade ou felicidade aparentemente fácil com que que a vida nos engana.
 Mais tarde ou mais cedo, começa a cobrar com juros e impostos tudo o que deu. Ninguém dá nada a ninguém sem um interesse, nem mesmo a vida.
 E essa factura vem sob várias aparências, é cruel, gosta de gerar a confusão, tirar-nos toda a ilusão ,assim como todas as forças.
 Decepciona-nos com as portas que nos fecha . Abandona-nos nos nossos piores momentos.
 Arrasa-nos quando nos sentimos impotentes face a ela. Derruba-nos, deitando por terra  as nossas forças
 e abandona-nos quando mais precisamos de uma mão amiga para nos salvar do abismo.
Ficamos assim , na sarjeta da vida, sós, desorientados, incompreendidos,  marginalizados.
Temos de ir buscar forças onde não as temos  para a preservarmos, para encontrarmos a razão para continuar o caminho da vida.
Tentamo-nos Agarrar aos bons momentos para ultrapassar os maus e temos que tentar dar a volta por cima.

 

by Samokal

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tristeza

por samokal, em 12.04.11

Por vezes  a tristeza e o desanimo invadem o meu coração!
O coração pode sangrar, os olhos lacrimejar, mas eu luto contra isso!
Não necessito de ninguem ,procuro dentro de mim uma energia ...um novo objectivo !!
Tento interiorizar o que de bom ainda me pode acontecer
funciona como musica na minha vida , que entranha  nos meus ouvidos,gira na minha cabeça
 ludibriando-me todos os  sentidos.  são Momentos mágicos, extasiantes,
que me  embalam pelo ritmo,e assim continuo , sinto o corpo mais leve, quase que flutuando,
 sinto-me livre, sinto-me forte. Desvio todos os  olhares, não quero ver, sinto-me só mas em total paz.
Os momentos felizes já passados alegram-me a alma e dão-me esperança que novos dias virão !
Continuo sereno, num ritmo certo e confiante . Vivo só para mim, é por isso que me liberto.
O coração bate com emoção, a minha alma feliz,solta-se . Gosto dessa sensação que me aquece
o coração,que me da ânimo para continuar !!!

 

by samokal

Autoria e outros dados (tags, etc)


Passaram cá ...

counters


Mais sobre mim

foto do autor




Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D