Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares

Lê e reflete

por samokal, em 16.02.14

"Nós bebemos demais, gastamos sem critério. Conduzimos
rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde,
acordamos muito cansados, lemos muito pouco, vêmos Televisão
demais.

Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.

Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos
freqüentemente.

Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos.

Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a
rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço, mas
não o nosso próprio.

Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.

Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo,
mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos
menos; planejamos mais, mas realizamos menos..

Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.

Construímos mais computadores para armazenar mais
informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos
comunicamos cada vez menos.

Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta;
do homem grande de caráter pequeno; lucros acentuados e
relações vazias.

Esta é a era de dois empregos, vários divórcios, casas
chiques e lares despedaçados.

Esta é a era das viagens rápidas, fraldas e moral
descartáveis, das rapidinhas, dos cérebros ocos e das
pílulas 'mágicas'.

Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na
dispensa.

Uma era que leva essa carta até ti, e uma era que te
permite dividir esta reflexão ou simplesmente clicar
'delete'.

Lembra-te de passar tempo com as pessoas que amas, pois elas
não estarão aqui para sempre.

Lembra-te de dar um abraço carinhoso aos teus pais, a um amigo,
pois não lte custa um centimo sequer.

Lembra-te de dizer 'amo-te' à tua companheira(o)
e às pessoas que amas, mas, em primeiro lugar,  ama-te...
 ama-te muito.

Um beijo e um abraço curam a dor,
quando vêm de lá de dentro.

Por isso, valoriza a tua familia e as pessoas que estão ao
teu lado, sempre. "

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Senhor A

por samokal, em 01.06.09

   Durante 14 anos , os primeiros da minha vida , vivi em Paço de Arcos . Vivi num Casal  que albergava 5 familias , Cresci  em grande cumplicidade com estes vizinhos , levando o termo "vizinho"  a um patamar que cada vez mais díficil se torna de explicar ás novas gerações .

   Entre os vizinhos  encontrava-se o Senhor A ,  Homem trintão e bem conservado , alourado e com forte bigodaça tão tipica dos anos 80 , um tipico " bon vivant"..bem , quase típico , "Bon vivant" que se preze  não se casa  e ele vivia em matrimónio com a X, senhora na casa dos vinte, e á altura que troquei de casa  tinham uma filha com cerca de 6-7 anos .


  As nossas vidas seguiram trajectórias diferentes, trajectórias essas que nunca mais voltaram a cruzar .

   Sempre pensei em procurá-lo ,afinal era como familia  e um pouco daquilo que sou tambem me foi incutido por ele  .

  21 anos depois o reencontro aconteceu , porque o mundo é pequeno e ainda por cima redondo , acabamos por conhecer sempre alguem que conhece alguem  e esse alguem por sua vez tambem conhece muitos outros alguéns .

  Assim um dia , estava eu a beber um café  em Santo Amaro de Oeiras e não consegui deixar de ouvir a conversa que o dono do  estabelecimento mantinha com um Cliente , apercebi-me que falavam de um restaurante onde eu tinha trabalhado em miudo , acabei por me "meter" na conversa  e se as cerejas são como as bolachas "Maria " , ou seja uma puxa pela outra , a conversa é bem pior ( no bom sentido da palavra)e de  assunto em assunto rápidamente chegámos ao senhor A.

   O senhor do café sabia quem era , onde vivia e inclusivamente onde se encontrava áquela hora ...

Jackpot!!!

  Em 10 minutos  ja estava junto do senhor A , ele conheceu-me de imediato  mas eu tive um dos maiores choques existenciais da minha vida , choque esse que ainda mantem os seus efeitos ...

  O Senhor A é agora um velho , senhor calvo , barrigudo  e bastante envelhecido . Não o conheci de imediato ,mas os olhos e os lábios aproximaram aquele velho ao senhor que eu conheci na minha infancia .


  Falámos muito , perdi a noção de tempo e até de onde me encontrava , foi uma viagem ao passado , ele disse-me as pessoas que ja morreram , aquelas que casaram , os que nasceram,aqueles que nunca mais viu , falou-me da mulher , da filha  que agora ja  é uma senhora independente e por conta propria .

  Enquanto falávamos o tempo voltou atraz , ou parece não ter passado , mas quando olhava a serio para ele não deixava de me perguntar onde estava o senhor A que eu deixei no Casal ha 21 anos atraz ...

  fez-me pensar que agora sou eu o senhor trintão  e nem sequer sou o tipo bem parecido e sem levar a vida muito a sério que ele era , fez-me pensar como a vida é efémera e que afinal não falta assim tanto tempo para eu ser o senhor envelhevido ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Como agradar uma mulher

por samokal, em 13.01.08

 Por vezes há uma questão que se impõe , como agradar as mulheres ?

È obvio que a uma mulher em principio de paixão basta aparecer para a agradar , mas com o passar do tempo cada vez se torna mais dificil ...Um verdadeiro jogo de atenção e perspicácia , porque o que de manhã pode agradar á tarde já não ...enfim !!! talvez seja por isso que tanto nos fascinam , por serem tão diferentes de nós

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pensamento do dia

por samokal, em 28.10.07

"Aqueles que passam por nós não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós." Saint-Exupéry

Autoria e outros dados (tags, etc)


Passaram cá ...

counters


Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D