Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares

Sunrise

por samokal, em 03.09.15

Caminho calmamente,saboreando o ar fresquinho que me revitaliza por dentro. Apenas o chilrear de alguns passarinhos

que por ali vagueiam me acompanha, transmitindo-me uma sensação de relaxamento.

Subitamente o meu olhar é desviado pelo brusco movimento de um coelho, que assustado, corre pelo jardim ainda sob as cores da penumbra . Desaparece rapidamente , como que evaporasse na vegetação.

Tudo volta então á mesma condição, olho ao longe e consigo vislumbrar o ar sossegado do rio , apenas interrompido pelo voo de alguns patos que espreguiçam suas asas em curtos trajectos.

Esta comunhão com a natureza , na hora em que ela começa lentamente a despertar para mais um dia, é algo revitalizante. Percebo que pertenço a ela , que é ali que tudo faz sentido .

Cruzo-me então com um senhor de meia idade que faz a sua corrida matinal , o " bom dia" que me dá soa  a uma nota desafinada nesta orquestra , retribuo-lhe amavelmente  e prossigo em direcção á beira mar , o ruído dos passos de corrida vão desaparecendo á medida que nos afastamos e a delicada agitação da agua sobe de tom. Aproximo-me o suficiente para poder toca-la e sentir sua frescura, aqui onde ela desmaia ao mágico toque com a areia.

Levanto-me e dou uma olhadela em volta, verifico que as cores se tornaram mais vivas , o verde da relva húmida  dá um pano de fundo extraordinário para as arvores que já exibem mais nitidamente suas formas, para as flores que deixam de ser apenas mais uma sombra e começam agora a revelar sua beleza. 

Retomo minha atenção no horizonte, naquela linha que separa o céu da agua , os tons alaranjados  vão rompendo por entre as poucas nuvens que ainda teimam em manter o cinza. o rio parece manter-se adormecido, como que esperando em silencio a chegada do rei dos astros, temendo talvez que qualquer movimento o possa demover de aparecer.

Sento-me , fecho os olhos e absorvo toda esta energia , toda esta paz , consigo separar todos os sons, a diferença entre o leve bater da agua e o melodioso cantar dos passarinhos, apenas o barulho de alguns carros que passam na ponte me desfocam os sentidos e  fazem lembrar que afinal estou na cidade , que aqui também há civilização.

Abro os olhos e deparo-me com o tímido espreitar do sol,  que se assoma agora pela primeira vez.

Tudo parece acontecer em câmara lenta, a minha presença aqui não é notada, aparentemente todos os seres que aqui começam seu dia se abstraem deste momento , afinal eles , ao contrario de mim , estão cá todos os dias, fazem parte de tudo isto ...

049.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dia da criança

por samokal, em 02.06.15

    Este dia , tal como todos os outros comemorativos, é uma espécie de chamada de atenção para o que deve de ser todos os outros !

     As crianças são o futuro, mas também uma fase da vida que devemos tentar prolongar  até ao fim dos nossos dias .

     Acabam por serem as exigências da sociedade a cortar as características da chamada infância, e nos tornando cada vez mais sérios , mais cerebrais , mais cuidadosos, mais comedidos ...enfim...mais adultos!

    Chamar um adulto de criança é de certa forma uma ofensa , quando afinal todos desejamos não perder esse lado!

 Felizmente  ainda mantenho um lado bem juvenil , o que não me afecta muito , por vezes esqueço-me mesmo que o BI já marca um numero que não corresponde á forma como encaro certas situações.

  Ontem celebrou-se mais um dia da criança, e ao contrario do que deveria ser feito ( pelo menos é o que a maioria faz) não pus nenhum post no facebook com uma foto dos meus pequenotes a desejar um dia feliz, ou a dizer que cresceram tão rápido ou outra coisa do género , nem sequer comprei uns doces ou os levei a um local da praxe nestes dias , pai desnaturado!

 

 Ontem fui fazer com os meus filhos algo que já não fazia á algum tempo, fui jogar futebol... não fui para o parque , ou para o jardim , foi mesmo um jogo organizado , duas equipas , aluguer de campo e futebol á séria ... foi bonito , eu gostei e eles gostaram, ali estávamos nós , 3 crianças , a fazer aquilo que tanto gostamos. Não havia pais  nem filhos , nem tão pouco irmãos ...apenas mais 3 meninos, entre outros, a jogar uma futebolada!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Detalhes

por samokal, em 11.02.15

felizes.jpg

 

O importante é apesar de todos os momentos difíceis  que a vida nos faz questão de mostrar, nunca perdermos o sorriso.

Apesar de todos os conflitos,  todas as desilusões ou frustrações ainda consigamos manter a harmonia 

Que tenhamos a capacidade de manter  a doçura, quer nas palavras, quer nos gestos. 

Porque é na dificuldade que aprendemos a valorizar o que nos consegue fazer felizes,

Percebemos que nos pequenos detalhes estão as mais lindas emoções, são elas que nos proporcionam momentos de felicidade

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O telefonema

por samokal, em 15.01.15

raios-de-sol-entre-nuvens.jpg

 

O frio Invernal com que a luz do dia rasgou a penumbra não indiciava nada de bom, a chuva intensa e desagradável que me brindou assim que abri a porta da rua só me fez pesar mais o semblante!

 Estes tons escuros e tristes entristecem-me de dentro para fora, o olhar pesado e cansado denota muita amargura,mas é apenas a ponta visível de raízes fortemente encastradas no coração, ou quem sabe noutro lugar refundido no meu interior que guarda todas as memórias que gostaria de ter reciclado faz muito tempo!

Mais um dia difícil , penso... assim têm sido ultimamente , uns atrás dos outros sem cessar. Faz tempo que desisti de lutar contra este fado, faz tempo que desisti de tentar mudar o rumo e me deixei ir ao sabor do vento.

Toca o telefone, mais uma vez não me apetece atender, não tenho razão para não o fazer , apenas não me apetece, também têm sido assim os últimos tempos, o corpo apenas reage aos instintos básicos, o cérebro há muito que deixou de ser utilizado convenientemente!

Mas um raio de sol, aparecido do nada, rasga o céu cinzento, iluminando-me o rosto, isso agrada-me, aquece-me!

Estranho este sentimento... o telefone volta a tocar, desta vez atendo!

Mal eu sabia que aquele telefonema mudaria para sempre a minha vida!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bom dia

por samokal, em 09.10.14

villa-amor.jpg

 

Até te podes queixar de nem todas as manhãs te desejar um bom dia!

Mas não podes dizer que não me esforço diariamente para  tornar o teu  dia  num melhor dia! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pôr do Sol

por samokal, em 02.10.14

 

Hoje o dia tornou-se demasiadamente longo , primeiro porque a noite foi horrível devido á desigual luta com uma gripe que faz questão de se instalar no meu corpo contra a minha vontade .

Depois foi uma via Sacra  de atravessar o lento passar do relógio , que teimava em me penitenciar em todos os seus minutos com uma mal estar que se tornava quase insuportável.

Por fim, o atraso na conclusão do serviço  levou a que a hora de saída fosse retardada , tornando ainda mais penoso o meu calvário...

Mas finalmente me pus a caminho, já só imaginando o momento de chegar a casa e poder relaxar ,

nisto,passo  um breve olhar pelo retrovisor  e deparo-me com algo que me transportou logo para outro estado de espírito...

o pôr do sol!!

Foi então tempo de parar calmamente o carro,   receber toda aquela energia positiva, saborear o silencio e observar as cores  que me foram presenteadas  por um momento fantástico que tento reproduzir na foto acima colocada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Medo

por samokal, em 13.02.12

Tenho medo de sofrer ou fazer sofrer , mas tenho mais medo de não viver !!

Autoria e outros dados (tags, etc)

O tempo

por samokal, em 13.02.12
O tempo não pára , e muitas vezes deixa-nos com sabor a pouco, porque parece acelerar quando mais queremos que ele pare . Para nos compensar tem a capacidade de eternizar  momentos, fazendo com que essas vivencias fiquem como que paradas no ar , e façam o passado ter valido a pena.
 Estes registos trazem-nos esperança que no futuro irão haver sempre mais e mais vivencias ,para acrescentar conteúdo á nossa existência . 

Autoria e outros dados (tags, etc)

sexta feira a seguir a 13

por samokal, em 21.02.09

 Ontem o principio da  sexta ferira pareceu-me ter atrazado uma semana e voltado a dia 13.

   Tive que ir fazer um trabalho á Marateca , como tal saí de casa por volta das 7:20 para não apanhar com muito transito. Azar o meu , grande acidente  na A2  que me obrigou a ficar quase 2 horas a secar dentro do carro , se não quizesse secar bastava sair e apanhar com o nevoeiro em cima...

   Não compreendo porque cortam a estrada toda sem deixar pelo menos uma faixa aberta , porque quando a circulação foi reposta  já não haviam quase vestígios do ocorrido .

   Só me apercebi que afinal não era sexta 13  na volta , pois pude assistir a um dos mais belos pôr-do-sol que alguma vez já assisti . O sol estava completamente  vermelho  com algumas nuvens pequeninas a atravessa-lo quando ele se começava a esconde atraz do oceano ,dando uma luminosidade unica a toda a foz do tejo .  Juro que me apeteceu parar em cima da ponte , cortar o transito e obrigar toda a gente a parar 5 minutos para observar algo de tamanha beleza!!

   Entre estar atento á condução e observar aquela maravilha unica o mais que podia , ainda tive tempo de reparar que a maioria das pessoas que circulavam por ali  não estavam nem aí para o que se passava ...

 

PS: não foi este , infelizmente não pude fotografa-lo

Autoria e outros dados (tags, etc)


Passaram cá ...

counters


Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D