Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares
Mazorca d' Assuntos

Sábado, 21 de Novembro de 2015
Ikea- o novo amigo do homem

marido.jpg

 

 De facto esta cadeia de lojas sobejamente conhecida, pode ser , se bem explorada , uma das melhores amigas do homem !

Por exemplo: No caso ( muito frequente ) do tipo que quer ir fazer aquele programa com amigos, num domingo que supostamente deveria ser ao lado da sua querida, mas a pouca flexibilidade dela não lho permite ter essa ousadia.

 

Como fazer!

- Querida , amanha de manhã estou a pensar que poderíamos ir ver as novidades ao Ikea , que te parece?

- Oh amor que ideia tão fofa, és um querido!

 No Domingo pegas nela e vais directo á loja , entras sem sequer parar no café, e passado 5 minutos de lá estar dentro dizes carinhosamente:

-Amor , vou só lá fora beber uma bica e já volto...

Sais e vais ter com o pessoal , desfrutas o dia á grande e á francesa, quer dizer, se calhar é melhor á grande e á portuguesa  porque estas francesices andam-se a tornar muito...va... explosivas!

 

No fim do dia voltas ao Ikea para junto da tua mais que tudo, seguramente ainda a encontras na secção das velas numa daquelas decisões da vida dela : vela rosa ou vela amarela?

 

Dás um beijo e dizes :- voltei amor !  ela seguramente te vai dizer :- já???  não queres ir beber outro enquanto eu vejo o resto da loja descansada .... nisto deve estar a passar o aviso de fecho !



samokal às 18:52
link do post | O teu contributo | Outros contributos (1) | favorito
partilhar

Domingo, 1 de Novembro de 2015
Sorrio

068.JPG

 

Sorrio, sorrio muito, talvez porque acredite que o  sorriso esconde lágrimas que, apesar de secas e sem forma, não deixam de cair. 

Calo-me, calo-me porque acredito que o silencio das palavras oculte um interior ruidoso, desassossegado!

As poucas Palavras que vão escapando, calmas e doces, tentam camuflar a revolução que vive nos pensamentos.

 Apenas os olhos  tristes, sem cor , revelam um envergonhado pedido de ajuda que vêm de dentro, dum estranho local onde se escondem todos os sentimentos, que vive de forma completamente livre , não deixando ninguém interferir na sua vontade própria .

Nada abafa a verdade existente no olhar , a sua transparência põe a descoberto tudo o que os restantes sentidos tentam encobrir!

Desde que nossos olhares deixaram de se cruzar que o meu ficou sem sentido de viver , que lhe faltou a luz.

Agora vivo irado com o destino , que nos afastou, zangado com o rápido desfolhar das paginas no calendário, com o súbito aceleramento dos ponteiros deste relógio que não pára, que me tornou em ausência de conteúdo, em fuga de vida !

Vida , olho agora para ela como um palavrão, ela que tanto me deu, mas também ,lentamente e sem eu dar por isso, me foi esvaziando, me tornando em nada !

 



samokal às 08:44
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Terça-feira, 6 de Outubro de 2015
Sim...

 

download.jpg

 

SIM... acredito que para ti ainda monto um cavalo branco,

que continuo a ir em teu encontro de espada em riste ,  

para te salvar  dessa torre onde vives aprisionada.

Sim , sei que continuas á espera que te segure e  prenda em meus braços,

de sentires a minha respiração, o acelerar do meu peito.

sim... sei que não desististes do sonho , vês em mim muitas virtudes que te encantam !

 

Mas sabes... muito do que sou devo-o a ti , foste tu que me embelezaste e me tornas-te melhor do que alguma vez fui.

vivi a minha vida esperando que algo assim tivesse acontecido mas agora desisto de ti .

Os nossos planos nunca passaram de um esboço, não abriste sequer a janela para que te pudesse pegar !

Todas as minhas esperanças se foram perdendo pelo caminho e o destino nunca esteve afinal á vista .

agora resta-nos o silencio da distancia , o amargo do fim .

Mas sabes ... nos meus olhos, eu não vejo mais ninguém, somente tu  despertas-te o melhor de mim. 

Não há nenhum outro amor como o nosso amor e só ao pé de ti fui completo.

 

 

 

 

 

 



samokal às 08:15
link do post | O teu contributo | favorito (2)
partilhar

Domingo, 4 de Outubro de 2015
luz automatica

Cenas  criadas  objectivamente para me tirar do serio :

 

Luz automática na casa de banho ... Estar um gajo a meio da mija e ter que se abanar porque a luz se apagou sendo que a única forma de a acender é com movimento  não é propriamente uma situação em que eu goste de estar. Ter que acertar naquele alvo ( sanita) que quanto maior a vontade de esvaziar a bexiga menor parece e ainda ter que , com a outra mão, andar a dar voltinhas no ar á procura do sensor sem que caia nenhuma pinguinha em lugar indevido é obra !

 

depois queixam-se se wc's mal cheirosas

061013_RodeoFILE_1_t670.jpeg

 Imagem que me vêm á cabeça cada vez que tenho

que acender a luz automatica enquanto mijo 



samokal às 09:38
link do post | O teu contributo | Outros contributos (1) | favorito
partilhar

Quinta-feira, 17 de Setembro de 2015
Talvez seja maturidade

images.jpg

 

   

Talvez seja maturidade perceber que nem sempre se deve decidir pelo que é melhor para o nosso coração, porque por vezes não é o melhor para a nossa vida.

  Talvez seja maturidade perceber que o amor é o mais importante da vida, mas nem sempre é o suficiente para se viver.

Talvez seja maturidade perceber que algumas pessoas estão na nossa vida no lugar errado ,que o amor nem sempre é carnal .

 Talvez seja maturidade esquecer tudo o que escrevi antes, e viver a vida sem pensar muito no que deve ser mas sim no que se está a sentir !



samokal às 19:12
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Sexta-feira, 10 de Julho de 2015
Cenas de gaja

Para um gajo que continua a manter intactas todas as propriedades que o tornam num alfa dominante, é um exercício de grande dificuldade compreender o fascínio  das mulheres por unhas...

  Mas que raio de loucura é esta que elas têm, por algo que se não nos chamarem a atenção nem sequer percebemos que foram pintadas , quanto mais cortadas ,arranjadas , esticadas , escovadas...

 Elas perdem horas a tratar daqueles pequenos apêndices, e muitas mais ainda a compara-las com as das amigas  e a falar sobre o assunto .

 Supostamente as mulheres arranjam-se para seduzir um gajo , ou no mínimo para se fazerem notadas, mas verdade seja dita nunca me apercebi de nenhum comentário masculino para tal parte da anatomia feminina. 

Assim de repente não estou a imaginar dois gajos a mancar uma presa e a fazer comentários do tipo : "Aquelas unhas deixam-me louco" ou ainda " que grandas unhas !"

Eu sei que os homens saíram limitados de origem á condição de apenas discutirem bola,carros e gajas  mas ainda assim... que raio vem a ser isto?

Há tipos que até já adaptaram uns "chips" de rendimento e atingem patamares em que conseguem discutir até cenas de cremes e depilações mas unhas... isso é muito!

A única vantagem que vejo , pelo menos no verão que é época de defeso futebolístico , é que  nós (gajos) ficamos por vezes sem assunto e para elas isto pode até servir de desbloqueador de conversa:  imagino uma mesa de gajas sem assunto e de repente uma pode sempre perguntar: - Isso são unhas de gel , gelinho ou gelax ?  e têm assunto para o resto do mês!

 



samokal às 18:19
link do post | O teu contributo | Outros contributos (2) | favorito
partilhar

Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2015
Longos são os dias

images.jpg

 

Longos são os dias chuvosos e sombrios , esta fraca força que existe em mim deixa de me permitir sonhar. 

Longos são os dias de solidão ,  a imensidão do vazio toma conta de tudo que é meu. 

Longos são os dias em que a mente vagueia por todo o lado, mas em nenhum encontra paz. 

Longos são os dias em que a dor me corta a mais profunda réstia de esperança.

Longos são os dias em  que a espera se torna na única opção, único caminho!

Longos são os dias em que o amanhã está tão distante, e do ontem já nada resta!

que pesado se torna o eu , que saudoso se torna o nós...

 

 

 



samokal às 19:35
link do post | O teu contributo | Outros contributos (2) | favorito (1)
partilhar

Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2014
Afinal o tamanho importa ...

Eis uma das grandes questões da humanidade, desde sempre que homens se questionam se afinal as mulheres acham que tamanho é importante,  se as grandes são afinal melhores.

 Eu também não fujo á regra e tornei-me mais atento,  comecei a perguntar descaradamente , até ás minhas amigas, sobre as suas preferências , é importante saber, até porque a minha é grande...

 

  Bom.. de facto, e ao contrario do que eu pensava, a maioria delas não gosta das grandes , umas dizem que magoa , outras dizem que é desconfortável ...  há sempre um ou outro caso que até preferem ela enorme  mas muito poucos casos.

 

A minha é crescida mais por uma questão de preguiça , e não é que seja assim tão grande...geralmente mantenho sempre aquele aspecto de 3 ou 4 dias .  Cortar a barba é algo que nunca gostei de fazer e acaba por se tornar uma constante andar com ela por desfazer !

 

Pelos vistos fico a perder em aparencia...

 

 

 

 



samokal às 14:37
link do post | O teu contributo | Outros contributos (14) | favorito
partilhar

Domingo, 16 de Fevereiro de 2014
Lê e reflete

"Nós bebemos demais, gastamos sem critério. Conduzimos
rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde,
acordamos muito cansados, lemos muito pouco, vêmos Televisão
demais.

Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.

Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos
freqüentemente.

Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos.

Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a
rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço, mas
não o nosso próprio.

Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.

Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo,
mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos
menos; planejamos mais, mas realizamos menos..

Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.

Construímos mais computadores para armazenar mais
informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos
comunicamos cada vez menos.

Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta;
do homem grande de caráter pequeno; lucros acentuados e
relações vazias.

Esta é a era de dois empregos, vários divórcios, casas
chiques e lares despedaçados.

Esta é a era das viagens rápidas, fraldas e moral
descartáveis, das rapidinhas, dos cérebros ocos e das
pílulas 'mágicas'.

Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na
dispensa.

Uma era que leva essa carta até ti, e uma era que te
permite dividir esta reflexão ou simplesmente clicar
'delete'.

Lembra-te de passar tempo com as pessoas que amas, pois elas
não estarão aqui para sempre.

Lembra-te de dar um abraço carinhoso aos teus pais, a um amigo,
pois não lte custa um centimo sequer.

Lembra-te de dizer 'amo-te' à tua companheira(o)
e às pessoas que amas, mas, em primeiro lugar,  ama-te...
 ama-te muito.

Um beijo e um abraço curam a dor,
quando vêm de lá de dentro.

Por isso, valoriza a tua familia e as pessoas que estão ao
teu lado, sempre. "

 



samokal às 15:33
link do post | O teu contributo | Outros contributos (4) | favorito
partilhar

Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2013
Casamento


Novos tempos , novas necessidades, novos conceitos, novos comportamentos!

 

Com o evoluir da vida as pessoas vão gerando uma mutação nos seus hábitos, cada vez somos mais exigentes, queremos sempre mais e melhor.

 

A percepção cada vez mais assimilada de que a vida é só uma, temos que vive-la ,leva a que os relacionamentos sociais , afectivos ou mesmo profissionais sejam hoje em dia completamente diferentes daquilo que foram no passado.

 

O casamento é um dos grandes exemplos . Houve um tempo que se casava por conveniência, interesse politico , económico ou familiar, o amor não era importante , acabaria por se criar com o tempo, ainda assim se não acontecesse  a rotina tornaria o casamento uma ligação eterna !

Outra época foi caracterizada pelo casamento fruto do amor , aquele que se sente em todo o esplendor , mutação lógica e consequente da paixão, Mas a eternidade deixou de ser para sempre,  é eterno até acabar , tudo é mais rápido e agora a velocidade proporcionou-nos saber até quando dura o que é eterno .

  Do amor vêm a habituação , a amizade , o companheirismo , cumplicidade...tudo sentimentos necessários num casamento, o problema é que o essencial acaba por morrer: o amor , a  paixão , o tesão! Sem se aperceberem os cônjuges definhavam , o coração deixava de sentir aquelas acelerações que nos fazem sentir vivos ,  mas o compromisso era então um contrato irrasurável !

 

Nos dias de hoje vive-se intensamente, tudo passa a uma celeridade estonteante, precisa-se estar em constante movimento, logo a chama da paixão têm que ser uma constante, a adrenalina da conquista , o pulsar da novidade  é a droga que alimenta o ser do seculo XXI.

O matrimónio acaba por ser um reflexo disso mesmo , sendo uma das primeiras vitimas do Homos Exigente.



PS:Apenas uma das teorias e não de forma geral 



samokal às 13:17
link do post | O teu contributo | Outros contributos (2) | favorito
partilhar

Quarta-feira, 20 de Novembro de 2013
Lágrima

Uma lágrima escorreu,ao lembrar-me de ti.. lembrar-me de nós! 

 caiu e deslizou pelo meu rosto, desfazendo-se em meu lábios,

lábios que tantas vezes sentiram os teus 

encontrou aí um sorriso, um sorriso nostálgico mas feliz 

um sorriso que  combina com a lágrima que aí chegou 

foi a nossa recordação , foi a falta de ti 

foi a esperança que em breve os olhos que a deixaram cair 

se irão de novo cruzar com os teus ...



samokal às 19:52
link do post | O teu contributo | Outros contributos (6) | favorito
partilhar

Terça-feira, 21 de Maio de 2013
Ultimo fôlego

esta foto deve ter direitos de autor


Por vezes gostava que ao olhar os meus olhos conseguisses ver tudo que se passa cá dentro
que pudesses entrar em mim , guiando-te pelo teu bom senso, para perceberes onde perdi eu a sensibilidade, onde deixei adormecer o meu espírito, onde está esse lugar tão frio que foi capaz de me gelar de tal forma .
Gostava que entrasses e arrumasses tudo novamente , acordasses em mim tudo aquilo que fui ou que desejei ser .
fizesses novamente o sangue correr e alimentar tudo o que se está a perder
Queria que o conseguisses fazer sem que eu tivesse que dizer nada , um momento de total transparência.
Talvez assim percebesses o quanto ocupas dentro de mim , talvez assim tirasses as tuas duvidas e receios.
Talvez eu já não me consiga salvar e sejas tu a derradeira oportunidade , o meu último fôlego ...


outros posts

A concha   Recomeçar    quem sou


 



samokal às 15:22
link do post | O teu contributo | Outros contributos (4) | favorito
partilhar

Quinta-feira, 16 de Maio de 2013
Não digas!!

 

                                                                                                                    Foto retirada do google images 


Tu e  eu ... será que fomos feitos para estar juntos,todos os dias , para sempre ?

sinto-me a perder-te a cada dia , pensei que ias dar luta , mas não... simplesmente deixas acabar , como quem não quer saber!

Não dizes nada , no entanto percebo todas a entrelinhas , preferia que falasses , talvez a dor não fosse tanta 

agora agarro-me ás memorias , elas são como uma droga que desejamos com tanta força que voltem, que por vezes perdemos 

a noção do mal que nos faz.

 

Eu percebo-te ,mas não aceito a tua falta de entrega,

 questiono o porquê de seres assim, não cedes , ficas gelada no teu canto, e nem todo o meu calor faz mudar a tua temperatura.

  O combustivel do meu ardor começa a escassear, dentro em breve só sobrarão cinzas , cinzas que atirarei ao vento ,para que espalhe a nossa linda historia por todo o lado, cada planta saiba como foi ,a cada riacho se junte o sal de nossas lágrimas e que a terra se fertilize com a essência do nosso amor .



ver tambem 


A viagem   Adeus    os amores




     

 

 



samokal às 17:05
link do post | O teu contributo | Outros contributos (4) | favorito
partilhar

Quarta-feira, 24 de Abril de 2013
Pergunta do dia

A mulher escolhe um homem pelas  características  ou pelo que pensa que consegue fazer dele?


agradecem-se respostas...


 

desculpem meninas, este não sou eu !




samokal às 22:36
link do post | O teu contributo | Outros contributos (6) | favorito
partilhar

Sexta-feira, 18 de Maio de 2012
Antítese

Como por vezes conseguimos estar tão próximos de quem está tão longe, e tão afastados de quem temos mesmo ao pé de nós ....

 

samokal



samokal às 18:22
link do post | O teu contributo | Outros contributos (2) | favorito
partilhar

Segunda-feira, 13 de Fevereiro de 2012
Medo

Tenho medo de sofrer ou fazer sofrer , mas tenho mais medo de não viver !!



samokal às 19:53
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009
Violencia contra as mulheres

 O tema "violencia contra as mulheres" está muito em voga , é obvio que causar danos fisicos ou psicologicos em alguem é algo condenável , mas tambem é verdade que a discriminação o é ...


   Não percebo porque se fala tanto das mulheres em especifico, quando todos sabemos que existe violencia  contra toda a gente,   animais ou propiedade .


  È mais condenável agredir uma mulher do que um idoso ou uma criança ??  então porque querer separar  a violencia por sexo,idade ,raça ,etc???


Não me considero machista  ,aliás  revolta-me todo o tipo de extremismos  como o são o machismo,feminismo,racismo e outras coisas acabadas em "ismo" ,mas é com particular  intolerancia  que  assisto  a este querer tornar a mulher como um ser igual ao homem, não porque o mereça ou não  mas porque acabam por cada vez mais as aguas.todo este movimento só torna os sexos cada vez mais desiguais.


Não concordo com cotas de mulheres nas listas partidarias , não concordo com canais tematicos só para mulheres , não concordo com programas de rádio  assumidamente femenistas, assim como não concordario se houvessem para homens.


Penso que cada pessoa vale pelo seu valor , indiferentemente de ser homem,mulher,preto,branco,cigano,alto ,baixo,feio ,bonito , etc.


Penso que deve haver igualdade  entre todos ,respeitando as devidas diferenças .


Em relação á violencia , violencia é violencia  , é algo desprezível e que deve ser combatido  e não ha violencia mais violencia que outras.





samokal às 22:38
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009
DIÁRIO DE UM DONO DE CASA
Recebi um mail ,que embora seja um pouco anti homem , me pareceu fantastico. Como tal decidi partilha-lo ...
 
 
 
 
Porque se queixarão as mulheres das lides domésticas se basta um pouco de organização?  


Segunda-feira

Sozinho em casa. A minha mulher foi passar a semana fora. Ora aí está uma excelente mudança. Vamos passar uma semana inesquecível, o cão e eu.  
Delineei um programa e organizei o meu horário. Sei exactamente a que horas me levantar, quanto tempo demoro na casa de banho e a preparar o pequeno-almoço. Acrescentei o número de horas de que preciso para lavar a loiça, fazer limpezas, passear o cão, ir às compras e cozinhar. Fiquei agradavelmente surpreendido com o muito tempo livre que ainda terei. Não percebo porque é que as mulheres se queixam da lida da casa se tudo isso exige tão pouco tempo.  
O segredo está numa boa organização.  
O cão e eu comemos um bife cada um ao jantar.  
Vesti-me a rigor, acendi uma vela e pus rosas numa jarra para criar uma atmosfera aprazível.  
O cão comeu paté de foi gras como entrada, repetiu a dose como prato principal, com uma requintada guarnição de legumes e biscoitos à sobremesa.  
Eu bebi vinho e fumei um charuto.  
Há muito que não me sentia tão bem.  

Terça-feira

Tenho de dar uma olhadela ao meu horário. Uns pequenos acertos.  
Expliquei ao cão que não se pode ter festa todos os dias e que por isso, não pode estar à espera de entradas e três tigelas de comida, que é claro, tenho de lavar.  
Ao pequeno-almoço, verifiquei que o sumo de laranja natural tem um inconveniente.  
É preciso lavar sempre o espremedor. Alteração possível: fazer sumo para dias. Assim só tenho metade do trabalho.  
Descoberta: posso aquecer salsichas dentro da sopa. Menos uma panela para lavar.  
É claro que não pretendo aspirar todos os dias, como a minha mulher queria. De dois em dois dias é mais que suficiente.  
O segredo está em andar de chinelos e limpar as patas do cão. Quanto ao resto sinto-me optimamente.  

Quarta-feira

Tenho a impressão de que afinal a lida doméstica leva mais tempo do que pensava. Preciso de repensar a minha estratégia.  
Primeiro passo:  
Comprei um saco de comida rápida. Não tenho de perder mais tempo com cozinhados. É um disparate 
perder mais tempo com a comida do que comê-la.  
A cama é outro problema. Primeiro é preciso sair de dentro do edredão, a seguir arejá-lo e por fim fazer a cama. Que complicação! Acho que não vale a pena fazê-la todos os dias, sobretudo porque nessa mesma noite voltarei a deitar-me. Parece-me inútil.  
Deixei de fazer refeições complicadas para o cão. Comprei algumas de lata. Ele fez má cara, mas não teve outro remédio senão comê-las. Se tenho de arranjar-me com refeições pré – cozinhadas, ele não é mais do que eu.  

Quinta-feira 
Acabou-se o sumo de laranja! Como é que um fruto aparentemente tão inocente causa tamanha confusão?  
É inacreditável! Vou passar a compara sumo engarrafado pronto a beber.  
Descoberta:  
Consegui sair da cama quase sem a desfazer. Basta-me depois alisar ligeiramente a roupa. Claro que é preciso uma certa prática, e não me posso mexer muito durante o sono.  
Doem-me um bocado as costas, mas nada que um bom duche quente não possa resolver.  
Deixei de fazer a barba todos os dias. É uma perda de tempo. Assim, também, ganho uns minutos preciosos que a minha mulher, como não tem de fazer a barba nunca perde.  
Descoberta:  
Não vale a pena usar um prato lavado de cada vez que como. Lavar a loiça tantas vezes começa a dar-me cabo dos nervos.  
O cão também pode comer só numa tigela. Afinal, de contas é um animal.  
Nota: cheguei à conclusão de que basta aspirar no máximo uma vez por semana.  
Salsichas ao almoço e ao jantar.  

Sexta-feira
Adeus sumos de fruta! As laranjas são muito pesadas.  
Descobri o seguinte: as salsichas sabem bem de manhã. Ao almoço nem por isso. Ao jantar, nem vê-las.
Salsichas mais de dois dias seguidos enjoam.  
O cão, esse, está a comida seca. Afinal de contas tem os mesmos nutrientes, e não suja a tigela. Descobri que posso comer a sopa directamente da panela. Sabe ao mesmo. Nem tigela nem concha. Assim já não me sinto tanto como uma máquina de lavar a louça.  
Já não lavo o chão da cozinha. Irritava-me tanto como fazer a cama.  
Nota: acabaram-se as latas. O abre-latas fica todo pegajoso!  

Sábado 
Que ideia é esta de me despir à noite se tenho de voltar a despir-me de manhã?  
Aproveito mas é o tempo para ficar mais um bocadinho na cama. E também não preciso de colcha, por isso a cama está sempre feita.  
O cão encheu tudo de migalhas. Pu-lo na rua de castigo. Não sou criado dele!  
Que estranho. De repente, dei-me conta de que é o que a minha mulher me diz às vezes… 
Hoje é dia de fazer a barba, mas não me apetece nada. Tenho os nervos em franja. Ao pequeno-almoço, só as coisas que não seja preciso desembrulhar, abrir, cortar polvilhar, cozinhar sem misturar. Tudo coisas que incomodem.  
Plano:  
Comer directamente do saco em cima do fogão. Nem pratos, nem talheres nem toalha, nem nenhum disparate desses.  
Tenho as gengivas um bocado inflamadas. Deve ser a falta de fruta, que é muito pesada para carregar.  
Se calhar, estou com princípio de escorbuto.  
A minha mulher telefonou à tarde a saber se tinha lavado as janelas e posto a roupa a lavar. Desatei a rir meio histérico. Disse-lhe que não tinha tempo para essas coisas.  
Há um problema com a banheira. Está entupida com esparguete. Também não estou para me chatear. Não me incomoda muito porque deixei de tomar duche.  
Nota:  
O cão e eu comemos juntos directamente do frigorífico. Tem é de ser depressa. Não convém deixar a porta 
aberta muito tempo.  

Domingo 
O cão e eu estamos sentados na cama a ver televisão. Vemos pessoas a comer todo o tipo de iguarias. Salivamos os dois. Ambos estamos fracos e rabugentos.  
Esta manhã comi da tigela do cão. Nenhum de nós gostou.  
Precisava de me lavar, barbear, pentear, fazer comida para o cão, limpar a casa ir às compras e uma série de outras coisas, mas não arranjo forças.  
Sinto que estou a perder o equilíbrio e que a vista me está a faltar. O cão deixou de abanar a cauda.  
Num último reflexo de sobrevivência arrastámo-nos até um restaurante. Durante uma hora, comemos toda a espécie de pratos óptimos.  
Em seguida, fomos para um hotel. O quarto é limpo, arrumado e confortável. Descobri a solução ideal para o governo da casa. Não sei se a minha mulher já se terá lembrado disso.
 

 




samokal às 07:37
link do post | O teu contributo | Outros contributos (2) | favorito
partilhar

Domingo, 13 de Janeiro de 2008
Como agradar uma mulher

 Por vezes há uma questão que se impõe , como agradar as mulheres ?

È obvio que a uma mulher em principio de paixão basta aparecer para a agradar , mas com o passar do tempo cada vez se torna mais dificil ...Um verdadeiro jogo de atenção e perspicácia , porque o que de manhã pode agradar á tarde já não ...enfim !!! talvez seja por isso que tanto nos fascinam , por serem tão diferentes de nós



samokal às 19:37
link do post | O teu contributo | Outros contributos (3) | favorito
partilhar


Passaram cá ...
counters
pesquisar
 
ultimos posts

Ikea- o novo amigo do hom...

Sorrio

Sim...

luz automatica

Talvez seja maturidade

Cenas de gaja

Longos são os dias

Afinal o tamanho importa ...

Lê e reflete

Casamento

Lágrima

Ultimo fôlego

Não digas!!

Pergunta do dia

Antítese

Medo

Violencia contra as mulhe...

DIÁRIO DE UM DONO DE CASA

Como agradar uma mulher

Tralha antiga

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

.
subscrever feeds