Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares

Um beijo teu

por samokal, em 29.10.15

beijo4.jpg

 

Como chegaste até mim ainda hoje é um mistério, mas alguma razão fez com que os meus olhos tenham ficado bloqueados em ti, que o meu coração tenha criado um elo com o teu. Contigo descobri que amar têm conteúdo: são sentimentos e sensações inexplicáveis, que trocam toda a lógica da racionalidade, fazendo-me ir quando devía ficar , fazendo-me rir quando quero chorar , tornando-me forte na maior fraqueza.  

Agora estas longe de mim mas deixaste um rosto á saudade, um aroma, um sorriso, um toque, um abraço...
Todo o receio que um dia revelasses as asas e levantasses voo tornou-se uma realidade palpável e dolorosa, que vou atenuando com aquilo que deixaste para trás... o teu beijo, aquele que tanto adoro. Deveria de haver forma de o guardar para o ter sempre comigo, para  senti-lo sempre que quisesse.

 Lembrar-me de ti é lembrar-me de nós, impossível faze-lo sem soltar um suspiro, sem sentir um aperto no coração!

Olho em retrospectiva e recordo dos dias felizes em que foste a minha luz , minha guia , meu norte.

Do tempo em que esse teu beijo me transportava para um outro mundo, que me fazia suspirar em vez de respirar, quando a tua presença me fazia correr quando bastava andar , quando a alegria que me transmitias me fazia saltar quando bastava estar, quando me fazias sentir vivo.

E  agora como continuo sem o teu beijo ?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sonho contigo

por samokal, em 03.10.15

sem-amor-o-coracao-naum-respira.jpg

 

Serão os sonhos o único lugar onde  nós dois cabemos ? 

A vida ocupa demasiado espaço, todo aquele onde deverias estar, onde eu deveria estar.

Toda a superficialidade do quotidiano nos dispersa do essencial e apenas no sossego do sono tu apareces como sempre te imaginei, como sempre nos imaginámos...

Talvez por isso aguarde ansiosamente todos os dias o momento em que fecho os olhos,acredito que voltas , que te sinto de novo , que novamente somos um do outro.

Nem sempre isso acontece mas  a esperança que desta vez assim será  mantêm-me no caminho.

Sempre  que meu subconsciente te traz novamente até mim recarrega-me as energias e me faz sentir  vivo, apenas o despertar me faz encarar a realidade , uma realidade onde os nossos destinos se deixaram de tocar e restou apenas a recordação! Uma realidade onde não cabe o nós mas apenas o tu e o eu !

Autoria e outros dados (tags, etc)

Elo mais fraco

por samokal, em 02.09.15

Desde o principio que era evidente quem era o elo mais fraco

seria o meu coração a sofrer , seria dele o papel mais doloroso ,

ainda assim ele deixou-me seguir, acreditar, investir

Talvez tenha sido seduzido, talvez tenha sido esse teu sorriso

o certo é que fiquei preso a este amor açambarcador

No entanto sei que nada já poderá ser feito por nós 

tanto lutámos e não resultou, nada te trouxe definitivamente ate mim 

agora só sei... és muito importante , marcante

vou lutar para apagar este amor que sinto por ti ,

transforma-lo em algo que consiga transportar com menos sofrimento

e apenas guardar o que já ninguém nos pode tirar : os nossos momentos! 

Choro ao perceber que o sonho acabou , que não estarás mais aqui para receber o meu abraço 

 para sempre aqueles instantes mágicos, tão nossos, estarão gravados em mim 

e quando  essas lembranças me assolarem sentirei a tua falta 

 a ferida que ficou jamais será cicatrizada 

porque um dia me deste a conhecer o paraíso, e agora a terra parece-me um lugar demasiado frio 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obscenidade

por samokal, em 06.10.14

 

Obscena esta mente , que não mente , apenas sente !

sincero e livre pensamento ,que causa tanto tormento 

desejo carente , mas sempre presente 

que apenas tolero ... não fosse ele tão belo!

liberta-me desta prisão, contida paixão...

mostra-me o caminho , não me deixes sozinho 

meu corpo ardente , vive o presente !

não te mintas , basta apenas que sintas .

corpos colados , olhares enfeitiçados 

vivam de verdade , com toda a liberdade 

ama-me com delicadeza, tu... minha princesa 

torna-nos realidade , sê a minha obscenidade!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

decifra-me

por samokal, em 26.09.14

 


decifra-me

Não tentes encontrar no meu rosto a minha essência .

pouco revelam os meus traços sobre mim...

olha-me com mais atenção: ouve-me , escuta-me !

procura decifrar-me através daquilo que vêm do meu interior

Descobre-me no pormenor ... naquilo que não salta á vista 

no que precisas de aplicar todos os sentidos , toda a tua sensibilidade!

Vai ao mais escondido dos meus interiores mistérios 

quando o fizeres não julgues nada por certo

continuarei a te surpreender 

sou um enigma



Autoria e outros dados (tags, etc)

Ser adulto

por samokal, em 22.09.14

 

Ser adulto é ter a capacidade de encarar as derrotas da vida  olhos nos olhos, de cabeça erguida,  consciente que  hoje falhou mas amanhã está mais forte !

Os caminhos acidentados que antes foram percorridos  trouxeram o jogo de cintura necessário para lidar com o que aí vêm.

È no percurso feito que se aprende a quase imperceptivel diferença entre duas mão dadas e  uma mão que agarra a outra !

   Descobrimos com o tempo que amar é ser livre , que estar acorrentado é  tudo menos amor , é talvez necessidade ou um falso sentimento de segurança .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hoje chorei

por samokal, em 24.03.14

Lágrimas ...elas caem e dificilmente se conseguem adulterar ...

Podem ser alegria ou tristeza  mas serão sempre emoções 

há assim lágrimas com muitos significados , algumas são mesmo desejadas

mas a piores são as de frustração, saber que podemos fazer mais e melhor 

ou que não fomos suficientemente bons trazem esse sentimento tão ingrato...tão difícil de lidar 

hoje chorei...não soube ser melhor !

Autoria e outros dados (tags, etc)

Triste

por samokal, em 21.05.13


Por vezes fico triste e revoltado... talvez com a frustração de nem sempre tudo ser perfeito , ou tão pouco minimamente perfeito.  
fico irreconhecível até para mim e então me sinto só , não sei com quem falar e nem o que dizer , porque apenas sinto algo que não consigo expressar .
Olho-me no espelho e não me reconheço , a calma e serenidade que  reflicto nada têm a ver com o turbilhão que acontece no meu interior...na minha cabeça. 
Fico enfraquecido e sinto-me  naufragar , e apesar de ter ali porto seguro , com varias pessoas a quererem me deitar a mão , eu simplesmente não sou capaz de lhes pedir auxilio , não as quero incomodar , não quero que percebam que me estou a ir abaixo , logo eu !



talvez goste

Elogio ao amor    Emoções     Tristeza     Menina agridoce

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Passaram cá ...

counters


Mais sobre mim

foto do autor




Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D