Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares

Desabafo

por samokal, em 29.05.16

Por vezes paro para pensar um pouco sobre a minha vida ,  bem sei que o deveria fazer mais  mas até prefiro não o fazer, e chego á conclusão que pouca coisa alcancei, e nada posso dar por adquirido. 

Por vezes nem sei bem o que quero , embora já tenha percebido muito daquilo que não quero, ou já não quero!

 

Momentos tenho, em que julgo me arrepender de alguns passos dados, mas rapidamente percebo que não há lugar a arrependimentos ,  se aconteceu é porque tinha que acontecer .

Começo a acreditar que tudo vêm por alguma razão, muitos dos erros aparecem em forma de chamada de atenção para aquilo que era certo, e nem sequer havia reparado.

A vida prossegue , por vezes a uma velocidade supeiror á que conseguimos acompanhar ,coloca-nos no  caminho pessoas e oportunidades que por vezes não estamos preparados para as receber, não temos "backup" para desfrutar ou valorizar devidamente!

Dizem que o comboio não passa duas vezes, mas a mim parece-me que ele vai passando , por vezes apanhamos o errado, desviamo-nos do caminho que deveríamos seguir, mas conhecendo outros caminhos aprendemos a perceber aquele que é o nosso !

O meu comboio vai chegar, e desta vez terei a bagagem toda comigo, terei a coragem de entrar sem olhar para traz, a capacidade de entender que errei muito, que continuarei a errar, mas fui sempre verdadeiro.

Sei que ele já vêm a caminho...

 

 

Ps: abrigo do codigo internacional para desabafos, o texto apresentado não foi sujeito a edição, corte( e costura) ou qualquer outro tipo de artimanha que possa desvirtuar aquilo que é a generosidade e singularidade do momento!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Passaram cá ...

counters


Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D