Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Talvez seja maturidade

por samokal, em 17.09.15

images.jpg

 

   

Talvez seja maturidade perceber que nem sempre se deve decidir pelo que é melhor para o nosso coração, porque por vezes não é o melhor para a nossa vida.

  Talvez seja maturidade perceber que o amor é o mais importante da vida, mas nem sempre é o suficiente para se viver.

Talvez seja maturidade perceber que algumas pessoas estão na nossa vida no lugar errado ,que o amor nem sempre é carnal .

 Talvez seja maturidade esquecer tudo o que escrevi antes, e viver a vida sem pensar muito no que deve ser mas sim no que se está a sentir !

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sunrise

por samokal, em 03.09.15

Caminho calmamente,saboreando o ar fresquinho que me revitaliza por dentro. Apenas o chilrear de alguns passarinhos

que por ali vagueiam me acompanha, transmitindo-me uma sensação de relaxamento.

Subitamente o meu olhar é desviado pelo brusco movimento de um coelho, que assustado, corre pelo jardim ainda sob as cores da penumbra . Desaparece rapidamente , como que evaporasse na vegetação.

Tudo volta então á mesma condição, olho ao longe e consigo vislumbrar o ar sossegado do rio , apenas interrompido pelo voo de alguns patos que espreguiçam suas asas em curtos trajectos.

Esta comunhão com a natureza , na hora em que ela começa lentamente a despertar para mais um dia, é algo revitalizante. Percebo que pertenço a ela , que é ali que tudo faz sentido .

Cruzo-me então com um senhor de meia idade que faz a sua corrida matinal , o " bom dia" que me dá soa  a uma nota desafinada nesta orquestra , retribuo-lhe amavelmente  e prossigo em direcção á beira mar , o ruído dos passos de corrida vão desaparecendo á medida que nos afastamos e a delicada agitação da agua sobe de tom. Aproximo-me o suficiente para poder toca-la e sentir sua frescura, aqui onde ela desmaia ao mágico toque com a areia.

Levanto-me e dou uma olhadela em volta, verifico que as cores se tornaram mais vivas , o verde da relva húmida  dá um pano de fundo extraordinário para as arvores que já exibem mais nitidamente suas formas, para as flores que deixam de ser apenas mais uma sombra e começam agora a revelar sua beleza. 

Retomo minha atenção no horizonte, naquela linha que separa o céu da agua , os tons alaranjados  vão rompendo por entre as poucas nuvens que ainda teimam em manter o cinza. o rio parece manter-se adormecido, como que esperando em silencio a chegada do rei dos astros, temendo talvez que qualquer movimento o possa demover de aparecer.

Sento-me , fecho os olhos e absorvo toda esta energia , toda esta paz , consigo separar todos os sons, a diferença entre o leve bater da agua e o melodioso cantar dos passarinhos, apenas o barulho de alguns carros que passam na ponte me desfocam os sentidos e  fazem lembrar que afinal estou na cidade , que aqui também há civilização.

Abro os olhos e deparo-me com o tímido espreitar do sol,  que se assoma agora pela primeira vez.

Tudo parece acontecer em câmara lenta, a minha presença aqui não é notada, aparentemente todos os seres que aqui começam seu dia se abstraem deste momento , afinal eles , ao contrario de mim , estão cá todos os dias, fazem parte de tudo isto ...

049.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Elo mais fraco

por samokal, em 02.09.15

Desde o principio que era evidente quem era o elo mais fraco

seria o meu coração a sofrer , seria dele o papel mais doloroso ,

ainda assim ele deixou-me seguir, acreditar, investir

Talvez tenha sido seduzido, talvez tenha sido esse teu sorriso

o certo é que fiquei preso a este amor açambarcador

No entanto sei que nada já poderá ser feito por nós 

tanto lutámos e não resultou, nada te trouxe definitivamente ate mim 

agora só sei... és muito importante , marcante

vou lutar para apagar este amor que sinto por ti ,

transforma-lo em algo que consiga transportar com menos sofrimento

e apenas guardar o que já ninguém nos pode tirar : os nossos momentos! 

Choro ao perceber que o sonho acabou , que não estarás mais aqui para receber o meu abraço 

 para sempre aqueles instantes mágicos, tão nossos, estarão gravados em mim 

e quando  essas lembranças me assolarem sentirei a tua falta 

 a ferida que ficou jamais será cicatrizada 

porque um dia me deste a conhecer o paraíso, e agora a terra parece-me um lugar demasiado frio 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Feliz porque aconteceu !

por samokal, em 28.08.15

"Não fiques triste porque acabou, mas feliz porque aconteceu"

Há uma grande tendência para ficarmos saudosistas em relação ao passado , mas pior que tudo , ficar frustrados e tristes quando algo que foi bom,se alguma forma se acaba .Facilmente fazemos por esquecer o que nos fez feliz só porque já não faz!

Julgo que a atitude correcta , uma atitude interior , é olhar para tudo de bom que aconteceu , as emoções que vivemos , os momentos em que nos sentimos realmente vivos, e agradecer por ter acontecido.

Seguir em frente sem amarguras ou decepções guardadas mas sim com o lado bom da bagagem!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Momentos

por samokal, em 27.04.15

  Jantar de aniversario , a anfitriã convida os seus mais chegados como é da praxe...mas nem todos se conhecem entre si. Há uma convidada que chega atrasada... muito atrasada ! Acaba por ter que se contentar em  se sentar no único lugar disponível,e claro,tinha que ser  junto de pessoas que nunca antes viu...

 Neste quadro a maioria das pessoas estaria condenada a ...vá... uma grande seca ! 

Não foi o caso... a moçoila sentou-se descontraidamente, apresentou-se.... e nisto já estava o rapaz ao lado dela a ser servido. Não é que o ser, que nunca antes nos tinha visto, que se acabara de apresentar, perguntou logo se  podia tirar uma batata ? Mas claro que foi uma pergunta retórica, porque antes ainda de a formular por completo  já a batata viajava em alta velocidade para o centro do ovo estrelado... Sim... ela chafurdou a batata toda no ovo estrelado do desconhecido  recém conhecido, como se conhecesse toda a gente desde o tempo do T-rex !

   Isto foi só a introdução de uma noite de levar ás lágrimas de tanto rir .

Há pessoas que valem a pena!

 

Ps: a utilização irresponsável de reticencias pode levar a danos irreversíveis, por favor não tente isto no seu blog !

Autoria e outros dados (tags, etc)

Detalhes

por samokal, em 11.02.15

felizes.jpg

 

O importante é apesar de todos os momentos difíceis  que a vida nos faz questão de mostrar, nunca perdermos o sorriso.

Apesar de todos os conflitos,  todas as desilusões ou frustrações ainda consigamos manter a harmonia 

Que tenhamos a capacidade de manter  a doçura, quer nas palavras, quer nos gestos. 

Porque é na dificuldade que aprendemos a valorizar o que nos consegue fazer felizes,

Percebemos que nos pequenos detalhes estão as mais lindas emoções, são elas que nos proporcionam momentos de felicidade

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Finalmente te escrevo

por samokal, em 10.02.15

velho.jpg

 

Era uma vez o amor, aquele amor verdadeiro que dura uma vida.

sim... era uma vez ... todas as lindas historias começam assim.

Conheceram-se, apaixonaram-se e viveram felizes para sempre, é raro acontecer mas com eles aconteceu.

Não foi para sempre, mas sim até que a morte os separou, não porque um padre qualquer assim o determinou, mas porque o sentimento, o respeito e a lealdade assim fez acontecer!

Morreu ela , ficou ele... ficou o que sobrou dele: um homem cortado a meio, envelhecido pelos seus 68 anos, mas acima de tudo pela perda da sua mais que tudo. Não houveram filhos, " apenas" uma linda história de amor que só a lei da vida fez questão de terminar.

Obervo esse homem , aquele mesmo que há pouco tempo atrás olhei e vi alegria de viver e jovialidade... Um grande prazer pela vida! Olhei mas já não consegui vê-lo , restou um caco humano , um velho que iria seguramente pedir todos os dias para ir ao encontro da sua razão de viver!

Triste fim para alguém tão bondoso e dedicado, não é justo ! pensei eu...

Mas aquele homem decidiu, sem saber, dar uma lição de vida a quem o observava, ou talvez á própria vida, percebeu que se cá ficou foi por alguma razão , só lhe restava descobri-la.

 

Buscou forças dentro de si mesmo , dentro do seu enorme coração, e começou de novo. Redescobriu a dádiva que é viver e aproveitou para usufruir do que ainda restava.

Afinal não era velho, ainda havia um sem fim de oportunidades para aproveitar , um mundo para descobrir ...

Tirou a carta , viajou, sentiu-se novamente útil e...Reencontrou o amor.

Nunca é tarde para amar, para se sentir bem ao lado de alguém , de poder acarinhar e receber o mesmo em troca ....e viveu feliz para sempre .

Sei que foi para sempre porque o vi partir aos 85 anos, com um sorriso no rosto. Viveu dois grande amores, fez grandes amigos, conheceu o mundo e foi feliz! Talvez por ter sabido partilhar a sua felicidade com quem se cruzou, de alguma forma tocou em muita gente!

A mim resta a alegria de ter sido o meu tio, o meu padrinho e acima de tudo um grande amigo e mentor... um exemplo que me recordo sempre que a vida não me corre de feição. Nunca é tarde para viver , para ser feliz mas sobretudo   para acreditar! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caixinha filosofal

por samokal, em 09.02.15

Ninguém sabe, talvez eu próprio desconhecesse, ou simplesmente não tivesse reparado, mas tenho um lugar secreto onde guardo todas as boas memórias.

Uma caixinha filosofal,  não uma pedra filosofal que apenas serve para transformar em ouro tudo onde toca , mas uma caixinha cheia de alegria, de tudo o que a vida pode ter de bom. Quando estou em baixo , quando o presente parece envenenado, cortando qualquer esperança, é nessa altura que a visito,  aí ela têm o dom de alegrar a minha mente ,iluminar a esperança e mostrar-me que vale sempre a pena,que nada esta perdido.

Em troca apenas tenho que continuar a alimenta-la e nunca a esquecer 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os teus olhos

por samokal, em 09.02.15

 

olhar.jpg

 

Sinto o  espírito se elevar cada vez que meus olhos se perdem nos teus 

tudo o resto deixa de ser uma preocupação,  apenas quero ficar preso no momento 

Não interessa o que o destino me reserva, não interessa se nos une ou separa 

aproveito para me perder nos teus encantos e tudo esquecer.

Porque observar-te é entrar nesse teu mundo, é fazer parte dele!

Esses olhos transmitem-me a força do luar, a esperança do amanhecer. 

Fazem-me  ficar,querer ser alguém que não vai embora facilmente que encontrou o seu porto.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vida

por samokal, em 07.02.15

phpThumb.jpg

 

 

Pensei que te tinha ultrapassado, mas apenas aprendi a lidar com a tua ausência.

Procurei refugio onde acreditei que ele existia, mas a cada memória tudo volta!

Vêm então com toda a força, como se a ausência te tivesse apurado, feito crescer!

Quanto mais fujo mais  me aprisiono, percebo que só te encarando, te enfrentando, te posso entender,

descobrir o caminho a seguir, torna-lo bem mais seguro e confiante!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D