Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares

 Na Quarta-feira  tive que ir a Lisboa e decidi fazer uma boa acção á sociedade e á minha carteira . Levei o meu carro até ao senhor Roubado e fui de Metro , foi díficil de estacionar  mas  nada que já não esperasse  .

  Há que valorizar  haverem parques de estacionamento grátis  junto ao Metro , assim já dá mais vontade de utilizar os transportes publicos.

 Tudo correu bem , Senhor Roubado - Roma  foi num instante , mesmo com mudança de  linha  no campo grande .

Tudo piorou no regresso , entrei na estação "ROma" , carrego o bilhete e sigo para o cais , entretanto oiço no sistema de som a informação que  estava cortada a circulação entre Alvalade e Campo grande ...

 Bom! já tinha o bilhete comprado e não tinha muitas soluções , ir dar a volta toda ao contrario demoraria uma eternidade , então lá apanhei o metro  na esperança que o corte da via fosse algo  provisório . Mas chegados a Alvalade a confusão era geral , subi até á rua e pior ainda , paragens de autocarro lotadas , ruas cheias de gente . Decidi meter-me ao caminho , afinal o Campo grande é já ali a 10 minutos a pé , e lá fui eu  , admirado pela quantidade de gente que circulava na rua , afinal não era eu o unico maluco !!!

  Chegado ao Campo deparo-me com um aparato policial  incrivel , com fita á volta de toda a estação , camaras e jornalistas de microfone em punho , gente a correr de um lado para o outro , grupinhos de volta de cada camara televisiva . Perguntei o que se passava e ninguem disse .

  Procurei um funcionario do metropolitano a fim de descobrir o que se passava ou se ao menos haviam tranportes alternativos mas não havia ninguem . Afinal não sou um "habitué" destas coisas de transportes publicos , e  cortando-me a ligação que eu conhecia fiquei completamente a " patinar " , 20 perguntas depois lá houve alguem que me indicou uma paragem de autocarro que dava para odivelas . Chegado lá a confusão era a palavra de ordem . Mas se confusão havia sem autocarro , quando ele apareceu  a confusão virou luta pela sobrevivencia . O autocarro apinhado de gente  e os que estavam de fora ainda faziam questão de entrar , nem que para isso empurrassem os que já lá estavam , talvez para os "acamar " melhor .

  Nesse momento decidi  que não iria de autocarro , sobrava-me a hipotese "taxi" , mas tambem me pareceu que se dividisse a conta com alguem se tornaria mais economico . Assim consegui angariar dois sócios para a viagem

 

 

                                

 7.2 euros  a dividir por três . Conheci duas pessoas novas , um rapaz mais ou menos da minha idade  que descobri viver a não mais de 500 metros de mim  e uma rapariga com uns 28 anos  que vive na minha terra (caneças)  e que já nos conhecíamos" de vista ".

  Passadas mais de 2 horas lá consegui completar o trajecto entre Av.Roma e Senhor Roubado ...

  Mas o que fica é a imagem da Av do Brasil e do Jardim do Campo Grande cheio de pessoas a caminharem , sem duvida que o Metropolitano de Lisboa promoveu uma forma de vida mais saudável para centenas de utentes  ou não seja andar a pé um dos melhores exercicios !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Passaram cá ...

counters


Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D