Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares

1º dia de trabalhador

por samokal, em 01.05.09

  hoje ,dia do trabalhador, é dia de partilhar o meu primeiro dia como trabalhador .

Embora já tenham passado muitos anos ,recordo-me perfeitamente em que dia foi : 1 de Julho de 1988, tinha eu 14 anos e fui trabalhar nas férias de Verão .

Hoje não seria permitido alguem dessa idade trabalhar , mas na altura lá fui eu servir ás mesas numa casa de pasto mesmo junto de onde é hoje a Biblioteca municipal de Oeiras .

                               

Não tenho a certeza, mas penso que foi num sábado ,  o meu pai foi com um amigo apadrinhar a minha estreia e tiveram logo direito á minha primeira "gaffe"!!

O amigo dele comeu ensopado de borrego ou coelho á caçador   , e depois pediu um pouco mais (aquilo era o que se pode chamar uma casa de enfarta-brutos)e eu fiquei na duvida  em   relação ao que ele tinha comido, com vergonha de admitir que não sabia o que ele escolhido  nada perguntei e trouxe o que eu julgava ter sido , falhei e trouxe  o que não devia .

 O meu ordenado era de 15 contos por mês mais  refeições , quase que tirava o mesmo em "gorjas"!!! e se na altura se falasse em exploração infantil , o que se diria ás minhas 13 a 14 horas diarias de trabalho sem direito a folgas ? Foi um mês e meio non-stop , que era para saber o que custa a vida .

 

  Passadas umas 2 ou 3 semanas já era eu que tinha a chave da tasca. Abria por volta das 9 horas ,ligava a maquina de café , colocava  bebidas no congelador e repunha o que faltava  no frigorifico, a seguir punha as mesas .O meu unico cliente da manhã era um senhor , já de idade, que vivia no bairro do corações e ia lá todos os dias beber o cafezito , dava sempre 2,50$ de gorjeta .

 

Por norma nessa altura aparecia a D Teresa com a cozinheira e a ajudante. Era a hora de eu ir com ela para o mercado de Algés fazer as compras .

Foi a minha primeira vez ...e ainda recordo muito aqueles 45 dias , as pessoas que lá iam , as relações que se ganhavam. Aquele restaurante enchia sempre do meio dia até ás 3 da tarde ,e os jantares tambem movimentavam bem .

Pelo meio dia  vinha o pessoal que trabalhava na construção daquela urbanização , depois eram rendidos pelos funcionarios das oficinas camararias, mais tarde apareciam os empregados de escritorios e alguns professores .

Havia sempre alguem que se deixava ficar um pouco mais  e aproveitava para trocar  2 dedos de conversa  ,acabando por se misturar com os jogadores das cartas que surgiam   sempre depois dos almoços para bater uma suecada e beber umas taças de vinho .

Os jantares tinham sempre outro tipo de "clientela", era os  casais habituais , as familias que sempre apareciam , O" zéLuis " que era conhecido como o maluco de Paço de arcos  que ia sempre lá "cravar uma sopa , entre outros !

Engraçado ..agora me lembro que vi o zé luis ha uns 2 ou 3 meses atraz  no Rossio!!! Ele envelheceu , deve ter agora uns 38-40 anos  mas ,ao que parece , continua a lutar contra a adversidade e a fazer a mesma vida de sempre.Ele ,que segundo rezavam as historias de rua , tinha sido deitado no caixote do lixo em criança e foi salvo já dentro do camião , onde ganhou a deficiencia no andar e o atrazo mental !!

Bom , as conversas são como as cerejas , e esta minha conversa com o meu blog já está a entrar nas encruzilhas de uma conversa  entre pessoas . Afinal só ia falar do meu primeiro dia de trabalho

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Passaram cá ...

counters


Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D