Mazorca d' Assuntos
Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2017
O coração

seguir-seu-coração-fotografia-de-stock_csp929938

 

 

Por vezes è preciso quebrar regras pré estabelecidas para conseguir encontrar o que nos faz felizes.

Por vezes há barreiras morais que nos impedem de ir ao encontro daquilo que nos faz bem,

daquilo que nos está destinado.

Há um regra de ouro que se deve seguir, ouvir o coração!

Há alturas em que queremos seguir a razão, mas o coração não nos acompanha, parece ter-nos abandonado,

desprezado ou simplesmente ignorado,

no entanto o tempo vêm mostrar que afinal estava discretamente a dar o sinal de que algo não estava bem,

que a razão não estava atenta, estava equivocada.

Quando de novo se dá a primazia ao coração, percebesse tudo ,

clarificam-se os caminhos e surgem respostas a perguntas que nem sequer foram feitas.

" o essencial é invisível aos olhos" é uma frase batida, talvez porque é tão verdadeira.

O que é invisível aos olhos nunca chegará ao cérebro, logo passará despercebido.

No entanto o coração baseia-se em outras sensações, em emoções, em sinais aparentemente insignificantes.

Mais uma vez o meu coração não se deixou enganar , não se deixou levar por um falso canto de sereia.

Mais uma vez o meu coração me mostrou que não o posso ignorar , que terá que ser ele sempre no leme.

Agora , deixo-o novamente tomar as rédeas e seguir as suas indicações.

Uma coisa é certa , ele nunca me deixa ficar mal , e desta vez não o fará certamente !



samokal às 17:39
link do post | O teu contributo | Outros contributos (1) | favorito
partilhar

Domingo, 24 de Dezembro de 2017
Este Natal

images (1).jpg

 

 

Não deixes de sonhar, de procurar a tua felicidade, não fiques á espera que tudo te caia nos braços... ama e deixa-te amar!

Deixa a  tua alma voar alto...alimentar-se de sonhos e ousadias. Interioriza os teus desejos mais profundos e acredita: eles se realizarão se abrires a tua mente e te centrares no que realmente almejas .

 

A vida é uma montanha russa de emoções e sentimentos,  mas um dia vais perceber o que realmente te alimenta o coração , e nesse dia nada te deterá , porque terás a determinação para não desistir, apesar das dificuldades, dos obstáculos , das incertezas e inseguranças .

Um dia a luz que te ilumina o caminho será tão forte que aniquilará tudo que se atravesse no teu caminho.

Há momentos na vida que tens que perceber que tens que abdicar do que não te faz feliz , mesmo que isso custe horrores, porque o que não te leva para a frente te puxa para trás.

Este Natal não desejo prendas , noites quentinhas, nem jantares protocolares, não desejo correrias em centros comerciais em busca de algo que só me esvazia.

Este ano desejo  encontrar a felicidade , o amparo, o rumo certo e a escolha adequada, este ano procuro encontrar força para seguir o que desejo, e que aquilo que deseje seja tudo o que fiz por merecer !



samokal às 09:05
link do post | O teu contributo | Outros contributos (3) | favorito
partilhar

Sábado, 23 de Dezembro de 2017
Amo-te

 

imagens-de-amor.png

 

Amo-te ... não me perguntes porquê , nem desde quando!

Amo-te, talvez por egoísmo, porque contigo eu sou melhor

Porque contigo eu me sinto Feliz , não necessito de mais nada.

Sim...amo-te mesmo por egoísmo, porque tu me fazes tão bem,

Porque me transformas numa pessoa melhor e mais feliz.

Amo-te porque me fazes ver o mundo em cores mais vivas, Porque me deste razões para lutar,

deste-me vontade de saborear novamente a vida.

Amo-te... de facto é isto, tão simples e tão complexo, uma inimaginável sintonia de sentimentos

Uma imparável força de emoções e sensações, uma indescritível leveza do ser.

Amo-te por me fazeres uma pessoa melhor a cada dia , por sentir-me importante na vida de alguém.

Amo-te, de uma forma que jamais poderei explicar em palavras,

Amo-te muito por tudo aquilo que és, das novas perspectivas que me abriste,

mas Amo-te sim...de forma muito egoísta, porque te tornas-te o ar que me faz respirar.


tags:

samokal às 18:52
link do post | O teu contributo | favorito (1)
partilhar

Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017
A escolha

hiking-1031628_12801.jpg

 

Percorri os caminhos da vida a correr, cheio de pressa, mas sem qualquer rumo

Deixei muitas vezes de apreciar a paisagem , parar para viver alguns momentos

Agora percebo que o destino não importa assim tanto , o que nos enriquece é o que encontramos no percurso

que maior riqueza é encontrar quem nos acompanhe em cada detalhe, que nos traga brilho nas noites escuras, 

que seja a nossa sombra nos dias quentes, nosso amparo quando nos sentimos ir abaixo

Não se vive de aplausos, não se vive envolto em sonhos , não se vive com o amor de uma noite 

se não nos focarmos no essencial, acabamos por perder o que temos. 

De tanto correr contra o tempo percebi o quanto deixei para trás, o quanto perdi a vida sem um motivo

estarei ainda a tempo de desacelerar, de olhar para todos os lados por onde passo ?

aproveitar cada cheiro, cada som , cada brisa na cara, cada chilrear do passarinho que brinca, indiferente á minha presença ? 

Estarei ainda a tempo de me lembrar de viver, de encontrar o meu motivo ?

Sei que já não sou como fui, já percebi que me enganei , que fui sempre eu que perdi 

Aprecio agora cada dádiva que me é concedida , tento dar na medida em que recebo, ou dar mesmo quando não recebo!

Difícil ou não , seguirei o caminho  de sorriso na face, agradecido por aqui ter chegado ,

por ter apreendido e por continuar aberto a aprender mais a cada novo passo!

Um novo futuro se define a cada escolha do presente 

espero que cada escolha seja um presente para o futuro!







samokal às 09:16
link do post | O teu contributo | Outros contributos (2) | favorito (1)
partilhar

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
Passeio nocturno

20171210_010256.jpg

 

Jantar de natal, mais um, como tantos outros que preenchem esta época do ano.

Conversas trocadas, repasto ingerido e , inevitavelmente, ida para casa ainda cedo, para um sábado!

Noite fria e húmida, mesmo dentro do carro, a vontade de chegar ao lar e aquecer os pezinhos torna-se eminente.

Chegado a casa, estaciono mesmo ao lado da mota , que fica ali a olhar para mim com aquele ar de "vamos dar uma volta"

Rapidamente mudo de roupa e me coloco na estrada, o ar fresco que gela a face, aquece-me a alma.

Deambulo pela cidade, ora em locais onde a noite está bastante animada, ora noutros onde apenas o ronco da minha companheira quebra o silencio  da cidade.

Desfruto do prazer inexplicável de circular em duas rodas, enquanto vou observando os locais e as pessoas,

a assimetria que existe entre ruas tão próximas, a diferença entre o sossego de um miradouro da graça e o frenesim do cais do sodrè.

Em minha cabeça conjugam-se ideias, passam segmentos de momentos vividos.

Também grandes assimetrias nos estados de espírito se têm verificado,

um carrossel de emoções onde passei a habitar há algum tempo.

rapidamente deixo a cidade para trás e me faço á marginal, em direcção a Cascais.

Muda a envolvência , agora é mais estrada aberta, o ar fresco traz com ele o aroma a mar 

As curvas são mais alongadas e a vista mais aberta e privilegiada

talvez seja esta a mudança que agora quero também dar em minha vida 

novos horizonte , novos objectivos, clarificar o resto desta minha viagem!

A noite faz-se longa, e o sono começa a pedir o regresso a casa , aquela que não é o meu lar!

Um passeio, que como sempre, serve para limpar a cabeça e alimentar a alma.

 



samokal às 22:56
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Quinta-feira, 7 de Dezembro de 2017
Desenquadrado

Desenquadrado , sempre me tentei enquadrar em algo , sempre procurei os iguais

sem efeito percebi que nada do que vejo me faz sentido , nada do que conheço me é familiar 

nesta difícil caminhada , andei sempre em casas emprestadas, sem nunca me sentir no meu lar 

momentos de angustia chegaram , porque não me agrupava eu a nada , porque era tudo tão diferente de mim?

aqui e ali, lá fui encontrando alguns balões de oxigénio, portos de abrigo mais ou menos estáveis

mas rapidamente deslizei para fora desse conforto desconfortante , desse poiso instável e escorregadio. 

patinho feio me julguei , diferente que era dos outros , não sabia qual o meu lugar , tive medo que reparassem como eu não era igual aos demais 

então a luz chegou, iluminando a minha presença, afinal não é assim  tão mau esta minha desalinhada forma de ser 

não pertenço a nenhum nicho ,  muito menos a nenhuma maioria .

Sou apenas eu , e isso me faz único e inexplicável , me faz difícil de entender mas prazeiroso de conhecer

sou diferente entre os iguais , desalinhado e desenquadrado com os padrões estabelecidos.

so what ?



samokal às 09:07
link do post | O teu contributo | favorito (2)
partilhar

Quarta-feira, 6 de Dezembro de 2017
Momento

mid_160572_8084.jpg

 

Neste emaranhado de pensamentos sigo numa penumbra sem ocaso

A luz que tanto anseio está lá á frente , mas os tons cinza continuam a rodear-me como que um um castigo necessário.

Aceito este fado,sei que não poderei seguir em frente sem pagar a divida que acumulei ao longo dos anos

No entanto almejo sacudir este peso rapidamente, para poder seguir com a leveza necessária.

Devaneio louco, penso eu por vezes , recompensa tardia , julgo outras. 

A decisão tomada não é uma fuga para a frente, mas uma directoria de futuro.

A consistência daquilo que almejo é forte o suficiente para superar o que me retém o passo.

Deambulo pela minha historia e começo a perceber o sentido de todo este percurso,

julgo entender a razão do Inverno, sem ele a primavera não teria bases para poder florir seu encanto,

tornam-se nítidas as provações a que fui sujeito, as dificuldades que me obriguei a superar

serviram de base para o entendimento do caminho que agora se assoma á minha frente !

 



samokal às 23:44
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Hoje é um dia especial

May-We-Be-Happy.jpg

 

Hoje é um dia especial, ontem também foi, assim como foram todos os dias dos últimos dois meses.

Hoje é um dia especial porque sou feliz , porque te tenho na minha vida.

Hoje é um dia especial porque tenho quem me dê alento , quem me faça melhor 

Relembro-me agora o inicio desta epopeia , impossível dizias tu, amanha é outro dia , dizia eu

momento após momento, emoção após emoção, este amor foi ganhando dimensão 

o impossível tornou-se viável , o dia de amanhã tornou-se sempre melhor que o de hoje 

o nosso abraço tornou-se o nosso porto seguro , onde nenhuma força nos consegue derrubar 

o nosso beijo tornou-se o combustível que aquece a nossa vida,  que ilumina o nosso caminho

o meu colo tornou-se o teu local de paz e tranquilidade

o teu olhar tornou-se a minha luz , aquela que me ilumina nos dias mais escuros e me aquece nos dias frios 

Agora nada é impossível , o futuro é uma pagina em branco ansiosa por tatuarmos nela a nossa linda historia.

Hoje é um dia especial... um dia que vale a pena viver, porque sei que estás ao meu lado !


tags:

samokal às 23:19
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Terça-feira, 5 de Dezembro de 2017
Escolha

 

A-vida-na-encruzilhada.jpg

 

E cá estou eu outra vez numa encruzilhada , assim têm sido o meu percurso.

Mais uma vez terei de escolher por onde seguir, sabendo que essa escolha me levará para longe do caminho que sigo agora.

Todas as escolhas feitas anteriormente me foram levando para um carrossel de emoções e vivencias, que me traz experiência mas talvez não a sabedoria suficiente para estar agora mais preparado.

  No passado já segui o coração, umas vezes bem e outras mal, mas sempre com consciência de que tinha feito a escolha acertada, apenas as consequências foram as erradas.

  Decidi então colocar a razão a decidir o caminho, descobri que não é esse o meu destino, se eu sou feito de emoção , de momentos, de impulso, como poderá uma escolha contra a minha natureza ser correcta ?

  Agora o grande dilema, se seguir o coração deixo para trás a tranquilidade, a paz, o conforto,  estabilidade , deixo para trás um ritmo cardíaco constante e sem sobressaltos.

Se seguir o coração vou atirar-me de novo ao desconhecido, á procura, incerteza, reinicio, a um novo turbilhão de emoções , a ritmos desconcertantes... ou não!

 Para a maioria não haveria sequer escolha , era continuar o percurso conhecido, direito e alcatroado de novo.

Mas eu não sou a maioria...

 



samokal às 19:09
link do post | O teu contributo | favorito (3)
partilhar

Segunda-feira, 4 de Dezembro de 2017
Dois meses

Dois meses,  mas muito mais do que 60 dias ...

Dois meses que mudaram a minha vida,  aliás , trouxeram-me vida.

Cada dia que passa tenho mais certeza de que encontrei a pessoa que estava destinada a me trazer a felicidade.

Cada momento a dois se torna em grandes recordações criadas com emoções fortes, vivencias verdadeiras e sensações indescritíveis.

Dois meses que servem apenas de aperitivo para tudo que aí vêm, para tudo a que estamos destinados muito antes deste tempo em que nos encontrámos.

Festejo não só este tempo no seu global, mas todos os bocadinhos, todos os retalhos de vida que vamos descobrindo a cada beijo, a cada conforto que sentimos a cada abraço , a cada angustia que sofremos a cada despedida.


tags:

samokal às 22:28
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Viagem solitária

Aproveitei este fim de semana de 3 dias para me meter na estrada, só eu e a minha mota.
Sem destino, sem horário, sem gps , com telemóvel em uso estritamente necessário. ..
Apenas o frio constante e o cheiro a lenha queimada das lareiras,libertada pelas chaminés das casas por onde fui passando, como fiéis companheiros. 
Uma experiência que me proporcionou cenários magníficos, aromas únicos e sensações indescritíveis. 
Sozinho no meu capacete fervilharam pensamentos, arrumaram -se ideias e definiram-se metas.

Sabe bem passar algum tempo connosco próprios, libertar-nos de tudo que torna os nossos dias completamente controlados.

 Apenas o ronco da mota me ligava a algumas das actividades feitas habitualmente, de resto, consegui-me libertar daquele aparelho que nos controla e marca a velocidade, o telefone, do relógio e das responsabilidades. 

Foi bom não ter pressa , não saber sequer onde iria passar ou mesmo parar, as paragens foram marcadas pelas necessidades básicas, não houve hora para comer , mas sim comer quando o corpo assim pediu.

As paragens para pernoitar foram escolhidas pelo frio que se tornou insustentável assim que a noite caiu, e a hora de partir de manhã foi regulada pelo acordar natural, sem despertador !

Uma experiência rica que espero repetir, pelo menos, um vez por ano.

20171202_155915.jpg

24550132_1720890894597399_448138089_n.jpg

20171203_124143.jpg

20171203_143853.jpg

24331148_1720890871264068_1631424606_n.jpg

20171203_152356.jpg

 



samokal às 21:46
link do post | O teu contributo | favorito (1)
partilhar

blogs SAPO
pesquisar
 
ultimos posts

O nosso amor

Vento

A noite

Caminhando na penumbra

Ninguém sabe...

Sempre que me sinto trist...

Esquecido de mim

Afinal os contos de fadas...

Acordei

A felicidade

Ano novo

O coração

Este Natal

Amo-te

A escolha

Passeio nocturno

Desenquadrado

Momento

Hoje é um dia especial

Escolha

Dois meses

Viagem solitária

Dois minutos

Amanhã é outro dia

Nem sempre...

Tudo ou nada

Chegou a hora!

O telefonema

" Se te desse um beijo o ...

Eu estarei aqui, contempl...

Tralha antiga

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

subscrever feeds