Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares
Mazorca d' Assuntos
Quarta-feira, 21 de Junho de 2017
Somos pequenos momentos

flowerinchildshand.jpg

 

 

Somos pequenos momentos... passamos a vida a adiar tudo o que é importante, na esperança que iremos ter tempo para o fazer mais tarde, mas por mais que queiramos acreditar que a vida é longa, que nos dá tempo suficiente para amar mais tarde , para expressar ás pessoas o quanto são importantes para nós , para partilharmos um pouco do nosso tempo com quem nos faz sentir vivos, a verdade é que ela passa rápido, ele não espera por nós!

Somos pequenos momentos... por isso devemos nos entregar por completo, devemos amar a sério, devemos abraçar quem gostamos , rir muito, reunirmos-nos com os amigos , com a família, perdoar, partilhar-nos ...

A vida têm que ser vivida em plenitude, não se pode perder tempo com o acessório, temos que pegar em cada momento e faze-lo especial , porque só nós temos a capacidade de escrever a nossa história.

Somos pequenos momentos, momentos que somos nós que decide se ficam ou se desaparecem, momentos que decidimos se arriscamos ou se desistimos , se rimos ou se choramos , se somos felizes ou tristes , se corremos atrás dos sonhos ou se simplesmente nos conformamos..

Somos pequenos momentos,  num momentos estamos bem e no outro podemos já cá não estar ...

 

 



samokal às 18:06
link do post | O teu contributo | favorito (3)
partilhar

Terça-feira, 20 de Junho de 2017
Pausa

 Este é o meu espaço, o meu ponto de reflexão, de exteriorização.

Este é o local onde estão guardados sentimentos, momentos , emoções, onde cada texto representa mais do que um simples texto , que cada frase têm uma historia por trás dela...

Houve alturas que foi a minha terapia diária , outras foi um local de transmissão de mensagens, outras ainda,  apenas local de desabafo.

Por vezes percorro o meu blog , relendo textos passados, recordando a força que me fazia mover os dedos enquanto teclava, depois olho para o agora , para a total desinspiração , para a ausência de assunto...

Fico triste, fico pensativo...  afinal o blog era a " menina dos meus olhos" e agora... bem agora parece que a menina continua aqui, mas a nossa relação esfriou!

Não quero acabar, não quero virar esta página, mas ao mesmo tempo reparo que o  caderno em branco continua ali, com a caneta por perto, antes olhava suas folhas imaculadas e algo me fazia preeche-las , dar-lhe côr , dar-lhe vida!

Agora não, agora são apenas folhas em branco cheias de pó, um pó que se acumula sem que eu tenha sequer vontade de o limpar ... será o pó a contar uma historia por si mesmo? talvez... a historia de um fim que se começa parecer iminente....



samokal às 17:51
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Quarta-feira, 7 de Junho de 2017
Vocês são incomparáveis

 

18835868_1428162600578897_7224639571253396394_n.jp

 

E porque a vida é feita de afectos e emoções, ontem fizeram o meu dia ser vivido em pleno.
As varias demonstrações de carinho e amizade que tive a oportunidade de receber no meu dia de aniversario, demonstraram que me fui rodeando de pessoas fantásticas e generosas , de pessoas que não só têm um enorme coração, como também não têm .vergonha de demonstra-lo quando assim bem o entendem.
Obrigado a todos que me acompanham, tanto nos meus dias bons, como nos dias maus, que estão sempre presentes.
ontem foi apenas mais um dia da demonstração daquilo que são para mim.
Ao olhar para os acontecimentos da véspera tiro também uma conclusão : Afinal não tenho feito tudo mal , afinal o ser humano continua a resistir á tentação de se tornar num ser individualista e continua a lutar pela humanidade!
Obrigado a todos que de alguma forma caminham a meu lado nesta estrada que chamamos vida , obrigado a todos por ontem terem demonstrado que aqui estão , a meu lado!
Como sabem também cá estou para vocês e deixo-vos uma frase de Fernando Pessoa.
“O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomporáveis.”
Vocês são incomparáveis !



samokal às 20:08
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Domingo, 4 de Junho de 2017
O tempo passa..

cdxcdcd.jpg

 

E a vida é realmente uma luta constante por nos mantermos centrados no que é importante,

gostamos de estar junto de quem nos faz bem , quem nos acrescenta algo,

mas á pequena distracção já saímos do caminho,

damos por nós a deixar escapar oportunidades de nos partilhar com quem realmente merece.

A vida é uma vertiginosa corrida , não nos dá tempo para pararmos, para olhar melhor á nossa volta,

e quando algumas situações nos confrontam, percebemos que lá se foram mais oportunidades..

De repente o tempo passa e não temos , ou melhor , não criamos as oportunidade de estarmos juntos com quem devemos,

 percebemos que aquele alguém já passou por nós há muito tempo, que já seguiu seu caminho, sem no mínimo termos dão aquele abraço, que por si só revela todo o apreço e consideração que temos.

Resta então desejar o melhor que a vida pode trazer a quem deixamos ir, e não prometer nada, mas demonstrar a  vontade de numa próxima oportunidade podermos tocar nossos corpos, nossos copos, partilhar a mesma mesa e quem sabe....mudar o destino juntos !.



samokal às 22:55
link do post | O teu contributo | favorito (2)
partilhar

Passaram cá ...
counters
pesquisar
 
ultimos posts

Parabéns

O nosso amor

Vento

A noite

Caminhando na penumbra

Ninguém sabe...

Sempre que me sinto trist...

Esquecido de mim

Afinal os contos de fadas...

Acordei

A felicidade

Ano novo

O coração

Este Natal

Amo-te

A escolha

Passeio nocturno

Desenquadrado

Momento

Hoje é um dia especial

Escolha

Dois meses

Viagem solitária

Dois minutos

Amanhã é outro dia

Nem sempre...

Tudo ou nada

Chegou a hora!

O telefonema

" Se te desse um beijo o ...

Tralha antiga

Janeiro 2019

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

.
subscrever feeds