Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares

Hoje faço 9 anos ...

por samokal, em 25.04.16

0582_Candle_Nine_MVI_8267_00000.jpg

 

 Rapidamente passou o tempo , hoje  assinalo 9 anos de blog na plataforma "sapo".

Antes de me iniciar por aqui tive um outro blog, que durou cerca de 2 anos, foi o primeiro amor , mas a insegurança do servidor "obrigou-me" a procurar um local mais seguro para  os meus devaneios.

Decidi-me pelo sapinho , primeiro porque é português,depois porque era credível.

Passado este tempo confirmou-se que foi uma aposta segura , hoje é a referencia  blogger em Portugal.

 

Por vezes dou por mim a desfolhar as paginas escritas  ao longo do tempo, percebo que um pouco da minha vida está aqui dissimulada; estados de espírito, sonhos , angustias, desabafos ou comentários.

No inicio não sabia bem o objectivo do blog , não sabia qual o caminho que lhe haveria de dar , simplesmente queria escrever; Porque me libertava , porque me fazia bem...porque sim !

Hoje penso sobre a mesma questão e continuo sem uma resposta, talvez porque não tenha importancia, talvez porque nem sequer queira saber,  basta saber que  este espaço é simplesmente samokal ... Uma mazorca d'assuntos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Amor perdido

por samokal, em 20.04.16

images.jpg

 

No fim sobra apenas esta dor

Deixaste-me, aqui, debaixo da chuva

desejo que voltes, com o sorriso que me cativou.

que apareças como eras antes, e me leves estas lágrimas que não param de cair

desejo que me abraces de novo , de te sentir agarrada em mim 

As noites tornaram-se frias e cruéis, só  queria de volta 

 os tempos em que te tinha  ao meu lado.


Preciso de ti , que me reconstruas o coração 

me digas que não deixaste de me amar 

Desfaz-me esta dor que se tornou crónica desde que desististe de mim

 " fim"  foi a palavra que ficou cravada em mim , como um castigo

queria de volta a alegria na minha vida, queria-te a ti 

Deixaste-me assim,com estas lágrimas que não param.

Volta,beija-me e liberta-me deste sofrimento

A vida  é tão cruel sem ti  ao meu lado

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O ar que respiro

por samokal, em 19.04.16

voc.jpg

 

Um dia , uma criança imaginou o futuro e fez os seus projectos, seus sonhos!

A criança tornou-se num adulto e os sonhos foram-se transformando,

poucos se tornaram uma realidade palpável,

mas essa criança não sabia ,não imaginava,

que aquele ser em que se transformou conseguiu ter uma vida em pleno

alcançou o que nunca pensou ser possível; Amou , riu , conheceu.

Essa criança , nem nos dias de maior inspiração conseguiu sonhar tão longe .

Não sabia os arrepios de pele que iria ter , as emoções que desfrutou ,os sabores que provou e os cheiros que sentiu.

A vida superou tudo , porque lhe trouxe o verdadeiro amor , a amizade ; alegrias imensas que foram valorizadas e suportadas pelos momentos menos bons.

Agora o adulto em que se tornou  deixou de sonhar tanto , de pensar menos no futuro.

Agora sabe que pode já não ter nada para ver , nem para comer , nenhum livro para ler , ou musica para ouvir. 

Pode deixar de sentir a brisa do mar na cara , o cheiro da primavera ou sentir o primeiro frio de inverno. Que está tranquilo e de coração aquecido, porque teve mais do que desejou ,  está feliz, em paz porque se sentiu vivo e agora tudo o que precisa é o ar que respira. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ser feliz

por samokal, em 17.04.16

 

felicidade.jpeg

 Por vezes julgamos que pertencemos a um local , talvez aquele que nos observou os nossos gloriosos dias .

Quando tudo corre mal,há uma primária e subconsciente necessidade de nos agarramos a essa ideia.

Acreditamos que basta voltar e tudo ficará bem , todo o caminho percorrido serviu  apenas para perceber o que somos e onde queremos chegar.acreditamos nisso cegamente , talvez porque seja a única forma de nos mantermos sãos e esperançosos . Julgámos um dia  que podíamos mudar de sitio e que ele  nunca sairia  do nosso interior... a mais pura e cruel mentira! 

Nada é mais inabitável do que o local onde fomos felizes , talvez por isso se tenha tornado tão forte a expressão " nunca voltes a um sitio onde foste feliz " . A capacidade de ser feliz ou não está dentro de ti, e nunca consegues fugir daquilo que está dentro de ti, nem podes procurar nos outros o que não encontras sozinho!

Ser feliz é estar de bem com a vida e com quem nos rodeias é encontrar alguém que nos agarre sem nos prender  alguém que muito antes de nos tocar o corpo já nos cativou a mente.

Ser feliz é ter consciência que nem tudo é perfeito mas estás exactamente onde queres.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há dias que não se esquecem

por samokal, em 14.04.16

521793_493238967376594_1098880305_n.jpg

 

há  dias que não se esquecem, assim como momentos que perduram no tempo, memorias que ficam gravadas de forma eterna.

  Há pessoas  que ficam para sempre na nossa vida, mesmo que a distancia teime em nunca mais as juntar.

O verdadeiro amor nunca acaba, simplesmente se aprende a conviver com a sua ausência, colocando-o  num local onde se tente não aceder com tanta frequência.

A vida junta as pessoas, mas nem sempre elas conseguem aproveitar essa bênção, talvez porque chega  uma altura em que temos que decidir se desistimos de viver ou se nos reconstruímos para viver de outra forma, duma forma em que se abdica da felicidade em prol de alguma estabilidade, desiste-se do fervor da paixão e se contenta   com uma amena brisa que sopra de quando em vez.

Sobram no entanto muitas ligações direitas aoamor; È impossível contemplar a lua sem um aperto no coração, é dura a tarefa de ouvir aquela musica sem sentir falta do tempo em que éramos dois a ouvi-la.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fantasmas

por samokal, em 11.04.16

Gostava de conseguir transpor para palavras tudo que em mim habita,

Adoraria ter esse dom, talvez ao exteriorizar o que me causa este desassossego consiga alguma paz.

Talvez as palavras não sejam suficientes, talvez o conjunto de todos os vocábulos fique muito aquém dos fantasmas que me habitam,

dos demónios que teimam em me perseguir.

Tento encontrar uma explicação para tudo isto, anseio descobrir a acção que provocou esta reacção!

Será agora tarde para tentar novamente, mas quem sabe se ter noção da génese me traga um pouco de paz, aquela que tanto anseio!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais uma noite

por samokal, em 10.04.16

no-hay-que-estar-desesperado.jpg

 

Mais uma vez a noite caí sobre mim, o escuro traz-me todas as sombras que tento esconder na luz do dia.

Todo o meu ruído interior se junta ás trevas nocturnas e põe a nu a minha solidão , o peso de todas as escolhas mal feitas e dos caminhos que não deveria ter percorrido.

Talvez durante o dia , atrás de sorrisos dissimulados e de gestos inconscientes ,consiga esconder a revolta que me rasga o interior ,que me  corta silenciosamente, mas sem  piedade, a pouca esperança que ainda residia em mim .

 Mais uma noite... imagens de momentos vividos regressam para me atormentar , para me ferirem . Momentos que sei não mais voltarem , que ficaram enclausurados em algum lado ao qual não consigo ter acesso.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Passaram cá ...

counters


Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D