Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares
Mazorca d' Assuntos
Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2016
Selvagem

021e15869ca138d841dcd5f7d91d1b9b.jpg

 

Sou talvez um animal selvagem , uma espécie de "mustang" humano, talvez isso fascine algumas pessoas que vivem aprisionadas na sua rotina , que têm medo de sentir a brisa do mar com medo de se constiparem , que não arriscam o desconhecido quando se sentem seguros com o que já conhecem ! 

 Esse fascínio cria por vezes uma atracção , tal como dois pólos do íman. No entanto quando um ser acomodado se apaixona pelo animal selvagem não consegue contrariar os seus próprios instintos para correr atrás dele , esse ser simplesmente o tenta prender, cerca-lo e doma-lo , julga ser a melhor forma de o possuir 

Mas rapidamente percebe que aquele bicho , agora domado já não é o mesmo , deixou de ser quem para se tornar um entre os outros , perde toda a essência! 

 

No entanto , no dia em que lhe abrir a cerca ele fugirá , fugirá para bem longe , e ficará para sempre vigilante , com medo de voltar a ser aprisionado!

 

"O que prende o gado nao é a cerca e sim o pasto"



samokal às 15:53
link do post | O teu contributo | Outros contributos (1) | favorito
partilhar

Os maridos das outras não...

 As palavras já estão todas inventadas , a forma de as juntar e tentar passar uma ideia é que define quem sabe ou não escrever.

  Por vezes por mais que tente não consigo transmitir tudo o que quero, falta-me a habilidade ou astúcia , ou é simplesmente falta de vocação , é nestas alturas que percebemos que outras pessoas escreveram exactamente o que sentimos  da forma que nós mesmos gostaríamos de fazer.

Assim ... hoje partilho a letra de uma musica que toda a gente conhece , mas por mais que passe nunca deixa de fazer sentido !

 

"Toda a gente sabe que os homens são brutos
Que deixam camas por fazer
E coisas por dizer
Muito pouco astutos, muito pouco astutos


Toda a gente sabe que os homens são brutos

Toda a gente sabe que os homens são feios
Deixam conversas por acabar
E roupa por apanhar
Vêm com rodeios, vêm com rodeios
Toda a gente sabe que os homens são feios

 

Mas os maridos das outras não,
Porque os maridos das outras são
O arquétipo da perfeição
O pináculo da criação
Dóceis criaturas
De outra espécie qualquer
Que servem para fazer felizes
As amigas da mulher
Tudo o que os homens não
(Tudo o que os homens não)
Os maridos das outras são

 

Toda a gente sabe que os homens são lixo
Gostam de músicas que ninguém gosta
Nunca deixam a mesa posta
Abaixo de bicho, abaixo de bicho
Toda a gente sabe que os homens são lixo

 

Toda a gente sabe que os homens são animais
Que cheiram muito a vinho
E nunca sabem o caminho
Na na na na na, na na na na na
Toda a gente sabe que os homens são animais

 

Mas os maridos das outras não,
Porque os maridos das outras são
O arquétipo da perfeição
O pináculo da criação
Dóceis criaturas
De outra espécie qualquer
Que servem para fazer felizes
As amigas da mulher
Tudo o que os homens não
(Tudo o que os homens não)
Os maridos das outras são"



samokal às 15:45
link do post | O teu contributo | Outros contributos (1) | favorito
partilhar

Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2016
Olhar

olhar.jpg

 

O teu olhar denunciou-te, aquele mesmo que antes brilhava mesmo quando aparentemente não tinha motivo , aquele que irradiava toda a alegria que transbordava por todos os poros do teu corpo.

Agora a tristeza apoderou-se dele, parece olhar apenas para o infinito, sem qualquer emoção.

Talvez seja a lei natural da vida a tomar seu rumo,ofuscando-o,  talvez tenha ficado em  algum lugar, aprisionado para sempre sem que nada o consiga soltar .

Só sei , olhar , que eras tudo o que tinha !



samokal às 17:55
link do post | O teu contributo | favorito (1)
partilhar

Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2016
Sou um caminhante

   

Sou um caminhante.jpg

 

Sou um caminhante , caminho na penumbra, numa quimera sem fim, alimentada pelo desejo de conhecer o alvorecer.

Sou um viajante , viajo   na  esperança de ver o brilho do Sol, alimento-me das experiencias e amizades que adquiro neste percurso. 

Sou um sonhador, acredito que um dia consigo encontrar o que procuro, que posso desfrutar dos quentes dias de verão, imagino o calor aquecer suavemente minha pele, e aos poucos chegar ao meu coração, é uma sensação tão forte que quase a sinto , quase parece real ...Tão real  que  afugenta  os meus medos, fortalecendo-me quando as sombras me  assustam , dando novo alento quando a dúvida começa a ganhar força e iluminando o caminho nos momentos de maior incerteza .

 Sou um lutador,   quando as forças me faltam , a fé deixa de se fazer sentir , lembro-me que é a caminhar que se faz o caminho, não adianta olhar para trás, não quero percorrer novamente o mesmo trilho , nada de novo trará , a saída deste labirinto é para a frente.

.

   

 



samokal às 11:12
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Passaram cá ...
counters
pesquisar
 
ultimos posts

Parabéns

O nosso amor

Vento

A noite

Caminhando na penumbra

Ninguém sabe...

Sempre que me sinto trist...

Esquecido de mim

Afinal os contos de fadas...

Acordei

A felicidade

Ano novo

O coração

Este Natal

Amo-te

A escolha

Passeio nocturno

Desenquadrado

Momento

Hoje é um dia especial

Escolha

Dois meses

Viagem solitária

Dois minutos

Amanhã é outro dia

Nem sempre...

Tudo ou nada

Chegou a hora!

O telefonema

" Se te desse um beijo o ...

Tralha antiga

Janeiro 2019

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

.
subscrever feeds