Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares
Mazorca d' Assuntos
Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014
Justiça ? sim , quando é com os outros !

 Sócrates é preso, o povo fica contente e vê uma luz ao fundo do túnel...

Finalmente se faz justiça!  mas com que custo ?

Todos criticam o sistema judicial português, a cobardia nos tribunais, policias , investigadores...

Mas  teríamos nós coragem de agir se estivéssemos em posição de o fazer ?

Será assim tão fácil fazer justiça ?

A mim parece-me que a resposta é evidente : NÃO!

 Quanto mais se vai sabendo, mais é evidente que existem muitas pressões , subornos , chantagens e outros esquemas que enfraquecem quem têm que tomar decisões.

Senão veja-se: o Juiz Carlos Alexandre chega a casa e encontra-a assaltada, encontra também uma pistola em cima da foto dos filhos... o que se chamará a isto? 

Eu seguramente não teria coragem, ou sabe-se lá o quê, para pôr a vida dos meus filhos em risco "só" para fazer justiça .

 

Vocês teriam ?



samokal às 20:41
link do post | O teu contributo | Outros contributos (2) | favorito
partilhar

Quarta-feira, 12 de Novembro de 2014
Modo retrospectiva

homem pensativo.jpg

 

Nos últimos dias tenho andado em modo retrospectiva...

De uma forma irreflectida dou por mim a reavaliar o que têm sido a minha vida, as suas distintas fases , o que valeu ou não a pena e o que posso retirar de tudo o que se têm passado!

Percebo que parece que uma força desconhecida me têm salvo nos piores momentos , indicando-me o caminho a seguir e dando-me energia e alento para novas etapas, mas também que essas etapas me têm levado quase sempre a um beco sem saída.

Obviamente que apesar de os finais de cada uma delas não ser o mais desejado , o percurso até lá chegar têm sido bem aproveitado e têm-me trazido grandes experiencias, coisa que jamais havia acontecido se não me tenho perdido por estes trilhos da vida.

Sinto mais um ciclo a chegar ao fim, e mais uma vez me encontro perdido, poderia dizer que me surgiria agora um entroncamento da vida e que se assoma mais uma grande decisão:- qual o caminho a escolher?

Mas a verdade é que é mesmo um beco sem saída que vejo, talvez porque a minha visão esteja nublada, ou quem sabe porque a saída talvez não seja assim tão convencional e mesmo olhando para ela não a interpreto como tal ...

O certo é que a cada escolha, ou nova etapa, a bagagem vai sendo cada vez mais pesada. Tornando, aquilo que até poderia ser bastante prazeiroso, em algo cansativo, penoso até!

 A questão que mais me assola é:- Será que desta vez terei que ser eu a descobrir forças e motivação dentro de mim próprio para prosseguir, ou como sempre...  algo acontece!



samokal às 17:54
link do post | O teu contributo | Outros contributos (4) | favorito
partilhar

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2014
Eu e tu, copo de vinho!

vinho-size-598.jpg

 

O som da chuva, que cai lá fora, retira instantaneamente todos os outros sons que existem na sala, 

desvio o meu olhar para o copo de vinho,  que se encontra na minha mão, e aprecio a sua cor, sua textura.

Elevo-o até poder respirar de sua fragrância e de seguida dou mais um trago... minha mente viaja por tudo aquilo que aquele vinho é, imagino as uvas a serem vindimadas , pés a pisa-las, na minha cabeça passa também a imagem das pipas que o transformaram,  não descuro o engarrafamento,  e nem a abertura da garrafa , minutos antes , me escapa!

A capacidade que este néctar têm de , ao entrar em mim , me revelar perante mim próprio.

Volto novamente á realidade do momento, percebo que vivi um instante de paz, aqui estou eu e o meu copo de vinho, que me preenche o pensamento, enquanto o faço consigo alhear-me de todos os outros pensamentos , todos aqueles que me têm atormentado nos ultimos tempos.

Tento novamente entrar em contacto com o meu vinho, tentar novamente entrar em seu mundo, e deixar o meu de lado, nem que seja por um pouco! Olho para ele... encontra-se a metade!

 Lembro-me da velha questão:- Estará meio cheio ou meio vazio ?

Está meio cheio, sim...está!  Têm ainda muito para me dar , para partilhar comigo esta noite, tenho que bebe-lo pausadamente e continuar a senti-lo , mas está definitivamente meio cheio!

Ou não ... se calhar não! Afinal já bebi metade , já me transportou até um momento de paz , já me aqueceu, roseou-me as minhas faces, a metade que falta já não conseguirá seguramente levar-me tão longe como conseguiu até agora , portanto já estava meio vazio...

Um trovão interrompeu este pensamento, e de novo sou levado até ao som da chuva , que agora mais intensamente bate na janela! 

Até sobre um copo de vinho estou indeciso, este copo que tal como eu está a meio...

Toca o telefone, quebra-se a magia, a vida volta  com todo o seu peso .

No entanto este momento foi meu e do copo de vinho!

 



samokal às 18:42
link do post | O teu contributo | favorito
partilhar

Quarta-feira, 5 de Novembro de 2014
A tua luz

vela.jpg

 

Desejo ser a tua luz , aquele que te encaminha , te ajuda quando a escuridão se aproxima!

Ser tua luz, mas sem te ofuscar, sem te encadear, apenas te guiar!

Quero-te iluminar e deixar-me fascinar pelo  brilho da tua energia,

 

ser a força  que desencadeia tudo aquilo que és, mas que se mantêm na penumbra!

Ser teu norte, tua sorte.

teu alvor... o teu amor!

Te dar a liberdade e a coragem de viver a plenitude.

desejo apenas...ser a tua luz!



samokal às 18:02
link do post | O teu contributo | Outros contributos (1) | favorito (1)
partilhar

Terça-feira, 4 de Novembro de 2014
O meu blog

Adoro este meu espaço, posso até passar algum tempo sem cá vir , mas não me via sem ele!

Já há quase 8 anos que caminha a meu lado, ouve os meus desabafos, tolera os meus momentos menos bons e partilha das minhas alegrias.

O melhor leitor deste blog sou eu mesmo, por vezes dou por mim a reler posts antigos, a relembrar o contexto em que foram escritos, a perceber o quanto já evoluiu a minha forma de escrever...

Sei que não tenho o dom da escrita, mas tenho a paixão de escrever, por vezes leio textos por aí que me deixam quase deprimido pelo facto de serem tão bons, e não ter sido eu a escreve-los, e pior ... não ser capaz de o fazer!

 

Mas voltando ao meu blog... quando olho para o arquivo, penso que há ali uma grande parte de mim, e que cada post teve individualmente o seu momento, foi lido, talvez se tenha pensado sobre ele, tiveram comentários, likes,suscitaram talvez curiosidade o despertaram emoções, mas  o tempo encarregou-se de os deixar ali esquecidos, em arquivo!

Julguei eu que apenas eu ia lá sacudir o pó, e traze-los de novo á luz do dia. Mas afinal, de quando em vez, lá me apercebo que  há alguém que se interessa por explorar um pouco daquilo que já escrevi, e isso é fantástico.

 

O blog, os textos que vou escrevendo , tal como eu , vai sofrendo uma mutação, vão crescendo e mudando de direcção, e com este tempo todo é interessante assistir a essa diferença, é bom recordar alguns dos leitores que por cá passaram , deixando seus comentários, alguns que eram habituais e outros esporádicos , uns que continuam a faze-lo mas outros foram desaparecendo assim como os seus blogs!

Gostaria de agradecer a todos vocês, meus leitores, que me vão dando algum feedback, por me incentivarem a continuar, e a contribuirem para o enriquecimento do meu espaço , que se torna mais humanizado a cada passagem vossa !



samokal às 17:36
link do post | O teu contributo | Outros contributos (4) | favorito
partilhar

Domingo, 2 de Novembro de 2014
Momentos

 

Este vídeo, do português Nuno Rocha, ganhou o prémio " children prize", mas isso a mim diz " zero".

Este vídeo fez-me verter umas lágrimas, isso a mim diz-me tudo!

 



samokal às 17:02
link do post | O teu contributo | Outros contributos (8) | favorito
partilhar

Passaram cá ...
counters
pesquisar
 
ultimos posts

O nosso amor

Vento

A noite

Caminhando na penumbra

Ninguém sabe...

Sempre que me sinto trist...

Esquecido de mim

Afinal os contos de fadas...

Acordei

A felicidade

Ano novo

O coração

Este Natal

Amo-te

A escolha

Passeio nocturno

Desenquadrado

Momento

Hoje é um dia especial

Escolha

Dois meses

Viagem solitária

Dois minutos

Amanhã é outro dia

Nem sempre...

Tudo ou nada

Chegou a hora!

O telefonema

" Se te desse um beijo o ...

Eu estarei aqui, contempl...

Tralha antiga

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

.
subscrever feeds