Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Daisypath Anniversary tickers "... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos,julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre." Miguel sousa tavares

Experiencias

por samokal, em 31.07.13

 

Por vezes coisas simples transformam-se em grandes experiencias. Uma daquelas que penso que qualquer pessoa poderá vivenciar é fazer um mergulho nocturno!

Sim ...é fácil , ao alcance de qualquer um e sem duvida algo diferente . mergulhar na escuridão do mar é libertador e ao mesmo tempo possui uma grande carga de adrenalina , é extraordinária a diferença que há entre um mergulho de dia e outro de noite .

Felizmente já consegui faze-lo diversas vezes , em Lisboa temos condicionantes: agua gelada ,  vento,  perigo e a proibição ... sim ...é proibido!

Felizmente já tive a oportunidade de mergulhar em aguas quentes , machico-madeira , ás 5 da manhã numa praia deserta, e é seguramente uma experiencia que me acompanhará para o resto da vida .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Retiro

por samokal, em 14.07.13

       

 

 

Com o passar dos anos percebemos que nos deixamos entrelaçar na vida , de tal forma que perdemos a noção do que é necessário ou acessório.

     Chega uma altura que se torna eminente a necessidade de estabelecer prioridades, escolher o caminho que nos leva de encontro ao que nos traz felicidade, aquilo pelo que vale a pena viver! 

 

  Dispersar a nossa atenção em varios sentidos por vezes torna-se letal , não de uma forma definitiva ,mas mata-nos lentamente  porque aos poucos nos retira o que de bom ainda podemos retirar da nossa existência ! 

 

 Assim, nada como um retiro ... afastar-nos das nossas rotinas diárias , das convivências constantes e com um olhar mais distanciado, perceber a importância que cada coisa ou pessoa têm na nossa vida. Redefinir objectivos e apontar-mos baterias nesse sentido. 

 

  Perceber que as pessoas que são muito importantes para nós, continuarão a sê-lo, cada uma delas de uma forma ou outra têm o seu lugar na nossa vida, talvez diferente daquela que agora têm.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Caminho

por samokal, em 05.07.13

 

Entras-te devagarinho na minha vida com modos brandos e discretos,
não de rompante cortando-me logo a respiração
Cada subtil sorriso com que me presenteaste, me aqueceu o coração
Cada gesto de ternura me sensibilizou e me aproximou mais 
Estamos em tempos separados mas num mundo sintonizado 
A cada descoberta , a cada partilha ele se aproxima mais 
será que a espera valerá a pena? será que já estava á espera sem saber ?
A inocencia dos momentos , a pureza dos actos é o caminho 
Esse caminho que em algures foi iniciado e é agora cada vez mais rapidamente percorrido
rapidamente  mas não apressadamente , porque é no caminho que percebemos se vale ou não a pena o destino 
È no caminho que recolhemos tudo aquilo que precisamos para perceber e desfrutar plenamente tudo aquilo que se constrói  
resta saber se o caminho têm fim , se afinal é mais um beco sem saída ou nos leva a  um precipício 
vale a pena o risco ?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coração irreverente

por samokal, em 05.07.13

 

O velho dilema: coração ou razão?

 Porque têm o coração que desrespeitar todo o processo racional , não seguir as directrizes pensadas e delineadas com bases sustentáveis ...

Porque têm o coração que seguir uma lógica que só ele entende  e fechar os olhos a todos os avisos de alarme ou perigo .

Não seria tão mais fácil respeitar as ordens que são pensadas , reflectidas ?acatar as directrizes do cérebro que com maior facilidade analisa o que é melhor ou não para nós 

Porque há-de logo ser este o órgão mais irreverente de nosso corpo , aaquele que nos afunda e faz sofrer  mas  talvez aquele que nos proporciona os mementos de vida mais acutilantes ?

Talvez porque a própria vida sem irreverência e sem actos irreflectidos não tenha a mesma piada...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Musica do dia

por samokal, em 05.07.13
A simplicidade em todo o seu esplendor,

as palavras com toda a sua força,

passadas da forma mais humilde,

"apenas" um piano e uma voz.

Alguém consegue ficar sem pele de galinha ?



Autoria e outros dados (tags, etc)

Simbiose perfeita

por samokal, em 03.07.13

 

Há momentos  que ficam gravados de forma definitiva na nossa existência. Momentos a dois que só são possíveis quando existe uma química entre ambos que ultrapassa tudo o que possa ser razoável ou logicamente explicável .

 

 Momentos em que dois seres entram em tão elevada simbiose que parecem levitar sobre tudo e sobre todos , que tudo que os rodeia se torna apenas acessório. momentos em  que entram numa outra dimensão,descolam da realidade e entram numa outra onde apenas existem eles ,a sua conversa , o seu beijo , o seu toque ...o relógio pára e tudo acontece em câmara lenta,mas quando voltam a si reparam que afinal a vida em seu redor não parou , que afinal o mar continua a bater , que o vento continua a soprar, que os pássaros continuam a cantar , os ponteiros continuaram a galgar minutos...horas,  as  outras pessoas continuam indiferentes na sua vida sem se aperceberem que são apenas figurantes de um amor a acontecer .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O meu espaço

por samokal, em 03.07.13

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desabafo

por samokal, em 01.07.13

 

 

Vai uma diferença tão grande entre aquilo que julgamos acerca de nós ou das nossas acções e aquilo que os outros pensam, que se torna assustador.

 

  Será que a realidade estará no meio termo ou estará apenas de um dos lados , serei eu assim tão diferente daquilo que mostro ser ? 

 

Infelizmente muitas são as decepções que sofro ao saber que afinal só eu vi  da forma que vi , que outros olhares ajuizaram de forma bem diferente, tão diferente que nem consigo encontrar semelhanças entre ambas ... há também o reverso da medalha, há também os olhos que conseguem ver de forma ainda mais bela do que eu.

 

Aprendi a  não me deixar deslumbrar com visões lindas, assim como não me deixar afectar tanto por olhares que só procuram o lado obscuro, que tentam vislumbrar na penumbra uma sombra que consigam transformar em algo que sirva os seus intentos.

 

Como diz o provérbio " A César o que é de César" .   Há na natureza uma selecção natural , algo que atrai as pessoas e os lugares ao seu devido lugar.  Por alguma razão tantas pessoas passam pela nossa vida mas tão poucas nela permanecem , outras se afastam para perceberem qual o nosso lugar na vida delas e com o tempo  de uma ou outra forma voltam.

 

  

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Passaram cá ...

counters


Mais sobre mim

foto do autor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D