Mazorca d' Assuntos
Quarta-feira, 20 de Junho de 2007
E os direitos dos não fumadores?

 Eu atè não tenho nada contra os fumadores , assim como não tenho contra outras pessoas que têm um vicio , gosto, orientação sexual , relegião ou outra coisa diferente de mim . Mas da mesma forma que respeito o espaço e vicio alheio tambem gosto que respeitem o meu não posso aceitar esta campanha de "coitadinhos" que (muitos) fumadores  decidiram fazer , dizem que têm os direitos (o que concordo ) mas eles abusam dos mesmos parece que é sempre mais facil deitar o fumo para cima de alguem do que desvia-lo.

  Eu tambem quero os meus direitos , os de não fumador , não sou obrigado a respirar o fumo dos outros quando almoço , quando vou na rua ou quando estou na praia . Não sou eu que ando a prejudicar a saude dos outros . Cada fumador prejudica a sua propria saude e a dos que os rodeiam e não podem passar a vida a dizer que é um vicio que faz bem ao stress , que é um escape e se eu começar ao estalo ás pessoas ?? prejudico-lhes menos a saude e tambem posso dizer que é um vicio ,que comecei em miudo e não consigo parar , que me faz bem ao stress e que é um escape .

 

Senhores fumadores por favor respeitem a vossa saude mas principalmente a de quem vos rodeia , muitas vezes essas pessoas são as que mais de si gostam .



samokal às 21:00
link do post | O teu contributo | Outros contributos (3) | favorito
partilhar

Segunda-feira, 18 de Junho de 2007
país complicado

 infelizmente tive um acidente de trabalho que practicamente me custou um dedo, e que mais uma vez pôs a nu o nosso sistema de saude .

  Tive o acidente cerca das 14:30 na Amora (Seixal) desloquei-me ao centro de saude local onde as pessoas foram super atenciosas mas nada puderam fazer tendo-me de imediato enviado para o hospital de almada . neste estabelecimento de saude fizeram-me os primeiros socorros e tiraram-me um RX . Mais  uma vez as pessoas foram formidaveis mas não podiam fazer mais nada e mandaram chamar uma ambulancia para me levarem para o hospital de s. josé em Lisboa . Começou então a minha espera (cerca de 40 minutos) atè que chegou um amigo meu com carro e me transportou para o dito hospital porque disseram que a ambulancia ainda demorava .

  Chegado ao hospital de s. josè fui direito à triagem , jà com o penso feito mas bastante dorido e com um dedo preso por milimetros . mandaram-me para a fila fazer a inscrição (mais 20 minutos)e qundo a fiz disseram-me que nada fariam , tinha que ir para o hospital de s. maria , assim fiz .Mais uma etapa de inscrição e triagem , deram-me uma pulseira amarela , ou seja , nâo era muito grave e podia esperar , afinal era só uma possivel amputação.foram mais 2 horas de espera até que desesperei , eu que não gosto nada de cunhas lá telefonei ao meu cunhado que tambem trabalha no hospital  para ver se podia fazer alguma coisa e aì todas as portas se abriram , passados 10 minutos estava na sala de operações .

 

Para que vale gastar dinheiro em ota,s e em tgvs  se as mais basicas necessidades como sâo a saude , educação e justiça não funcionam...

 O nosso caso parece sempre mais grave que o dos outros , mas se um acidente com semi-amputação alem de cortes profundos demora 7 horas a ser resolvido ,e com uma cunha pelo meio , o que se passarà com a pessoa que têm algo menos grave ???


: revoltado

samokal às 22:32
link do post | O teu contributo | Outros contributos (1) | favorito
partilhar

Segunda-feira, 11 de Junho de 2007
Afinal em que ficamos ?

 Estamos  no tempo da reciclagem e  das ajudas humanitárias , muito para além de ser algo de muito importante é necessário é chic . Dá "status" dar algo para a caridade .

   Todos os dias somos bombardiados com o " separar toca a todos " ou "ajude isto" "ajude aquilo""ajude aqueloutro", de tal forma que até o coração mais gélido ou a pessoa mais egocêntrica se vê tentada a entrar numa dessas campanhas , o problema é que não é assim tão fácil  !!! senão vejamos ...

        Oferecer moveis

     -  Há uns anos atráz um primo meu fez umas mudanças , mas como de costume , sobrou imensa coisa , coisas que ainda poderiam servir a alguem . em vez de fazer o que normalmente se deve fazer e deitar tudo para o lixo lembrou-se de ajudar alguem !!! foi então que foi a uma dessas instituições que arranjam coisas e vendem para ajudar os desfavorecidos  e ofereceu as coisas!!! o pior foi que além de ser muito mal recebido ainda disseram que se quisesse dar alguma coisa teria que as levar lá . Ok o meu primo lá arranjou uma carinha emprestada e foi lá levar umas coisas ( algumas delas bem boas ) e qual não foi o espanto dele quando foi novamente recebido de uma forma fria  e como se lhe tivessem a fazer um favor ao receber as coisas ...a partir desse dia o meu primo deita tudo o que não precisa para o lixo .

     Reciclar

   -Conheço um construtor que teve a ideia que tambem poderia contribuir para um futuro melhor de todos ,lembrou-se de separar todo o cartão e plastico produzido durante a construção de um prédio e o resultado foi uma garagem chaia de materia reciclavel. Telefonou para a camara municipal e disseram-lhe que era com os tipos da recolha dos pontos verdes ligou  para a  eles e disseram-lhe para colocar tudo num ecoponto , ele ripostou e disse que era muita coisa e lá o reencaminharam para outro numero onde disseram que fariam a recolha . Mas a recolha nunca foi feita . Depois de ter gasto inumeras chamadas e de terem sido marcadas varias datas para a recolha e não aparecer ninguem para o fazer o  construtor viu-se obrigado a alugar uns contentores de entulho e mandar tudo para o vazadouro pagando ainda uma avultada quantia pelo serviço e não aproveitando nada para reciclagem .

  Doações de  livros para os palop

 Fui um dia destes  a uma papelaria  e fiquei surpreendido ao ver muitas caixas nos corredores e ,curioso , perguntei o que se tratava e a senhora disse-me que são livros escolares que sobraram das encomendas de anos anteriores e que já não  pode devolver e decidiu oferecê-los  para as comunidades portuguesas em africa ou para ajuda  , fartou-se de ligar para virem buscar mas já passaram 3 meses e ninguem vêm buscar a senhora já diz que vai deitar tudo fora !!!

  Animais abandonados

Todos sabemos que um animal quando se adopta é para a vida , mas por vezes as coisas não são assim tão lineares... Um amnigo meu mudou de casa e no prédio que agora habita não aceitam animais de estimação , ele possuidor de um gato , teve que encontrar um novo lar para o animal . Procurou aos amigos , pôs anuncios mas não conseguiu um novo lar para o seu amigo de 4 patas e decidiu entrega-lo ao um canil . Qual foi o seu espanto quando teve que pagar cerca de 16 euros  para lá poder deixar o seu gato .

 

 Agora percebo porque há tanto abandono , muitos deles eram evitaveis mas alguns casos são uma obrigação porque a sociedade ainda não aceita os animais .

 

 

 



samokal às 21:32
link do post | O teu contributo | Outros contributos (2) | favorito
partilhar

Sexta-feira, 1 de Junho de 2007
escrito em (bom) português

Escrito pelo meu amigo Zé, aquele do manguito!


"Tenho-me mantido calado em relação ao desaparecimento ou rapto da menina inglesa, porque acho que há gente a mais a dizer alarvidades sobre o assunto.
Tenho-me abstido de manifestar a minha repugnância pelo procedimento asqueroso da imprensa inglesa em relação à actuação da polícia portuguesa, porque acho que vozes de burro não chegam ao céu.
Tenho optado por não manifestar o meu desacordo pelas conferências de imprensa que a PJ dá em inglês, num abjecto acto de subserviência em relação a esta classe de gente (e gente não é, certamente, que gente não procede assim), porque reconheço que do alto da sua arrogância, apenas têm contribuído para revelar ao Mundo a mentalidade de merda que existe por dentro daquelas cabecinhas loiras.
Agora o que não vou engolir é que um filho de puta inglês, que se diz ser o arquitecto da casa onde mora o principal suspeito, que reside em Portugal há cerca de trinta anos e não fala uma palavra de português, tenha o descaramento de criticar a GNR porque, segundo afirma o cretino, tentou dar informações pelo telefone e foi atendido por um agente que não falava inglês. Pior ainda, disse a besta com todo o ar de desdém que lhe coube naquelas fuças de porco inglês, foi quando, algumas horas depois voltou a telefonar e quem o atendeu sabia apenas algumas palavras da língua de sua majestade, a rainha da casa da maior pouca vergonha a que o Mundo assistiu nos últimos anos.
Estes ingleses não se mancam, mesmo.
Estes ingleses merdosos, que já no tempo da guerra afirmavam que a Europa estava completamente isolada pelo nevoeiro, estes ilhéus provincianos que em pleno século XXI continuam a conduzir fora de mão e a alimentar uma realeza de putaria, estes negreiros sem vergonha que espalharam e deixaram escravatura e racismo pelos quatro cantos do Mundo, estes arruaceiros de merda que espalham o terror pelos campos de futebol da Europa, têm o topete de viver trinta anos num país que lhes oferece um sol radioso, como eles nunca imaginaram existir, sem se darem ao trabalho de aprender uma palavra da nossa língua, ainda têm tempo de antena num canal de televisão nacional para falarem mal de nós?
Mas afinal que trampa de república de bananas é esta, que beija a mão a quem nunca respeitou um aliado, que parece ter esquecido o célebre mapa cor-de-rosa, com que nos roubaram metade de África, e fica impávida e serena, a ouvir os desabafos destes alarves, sem ao menos um protesto oficial.
Por onde é que anda o "gasolineiro" de Boliqueime quando a honra do país necessita ser defendida?
Onde é que está o "inginheiro" feito à pressa, sempre tão lesto a acariciar os "tomates" aos amigos trabalhistas?
Já não resta nem um pouco do orgulho nacional?
Depois admiram-se que meia dúzia de gatos-pingados, apreciadores de concursos televisivos, reabilitadores de apresentadeiras escorraçadas da política, façam do maior ditador do século vinte, o maior português de sempre.
Ao fundo com a Inglaterra e puta que pariu os ingleses!"

toma...!



samokal às 19:12
link do post | O teu contributo | Outros contributos (1) | favorito
partilhar

blogs SAPO
pesquisar
 
ultimos posts

O nosso amor

Vento

A noite

Caminhando na penumbra

Ninguém sabe...

Sempre que me sinto trist...

Esquecido de mim

Afinal os contos de fadas...

Acordei

A felicidade

Ano novo

O coração

Este Natal

Amo-te

A escolha

Passeio nocturno

Desenquadrado

Momento

Hoje é um dia especial

Escolha

Dois meses

Viagem solitária

Dois minutos

Amanhã é outro dia

Nem sempre...

Tudo ou nada

Chegou a hora!

O telefonema

" Se te desse um beijo o ...

Eu estarei aqui, contempl...

Tralha antiga

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

subscrever feeds